Estratégia

Histórico de casos de sucesso: Clientes da VTEX durante a Black Friday

Gabriela Porto
Gabriela Porto October 21, 2021
Histórico de casos de sucesso: Clientes da VTEX durante a Black Friday

Se você tem uma operação de comércio, a Black Friday certamente é o momento mais importante do ano para seu negócio. Seja em um espaço digital ou em lojas físicas, esse é um momento extraordinário para os compradores, mas desafiador para as marcas.

A Black Friday 2020 demonstrou que está mais digital do que nunca: só nos Estados Unidos, as vendas online aumentaram 21,6% segundo o Adobe Analytics. Naquele mesmo ano, os compradores gastaram mais de US$ 34 bilhões em compras no final de ano, diz o relatório. Até 2021, a previsão é que este número cresça entre 7% e 9%, de acordo com a Deloitte. Estes números destacam ainda mais a importância de ter um plano de ecommerce bem estruturado para a temporada de compras do final de ano. 

Como a plataforma de comércio para grandes empresas, a VTEX reconhece que os varejistas devem se concentrar nas vendas e saber que suas operações fluirão de forma constante, tudo isso enquanto garante que a estratégia por trás das marcas e lojas será executada conforme o planejado. Estamos aqui para ajudar os varejistas a realizar uma Black Friday lucrativa, segura e estável, e os casos abaixo são exemplos de nossa experiência.

Casos de sucesso da Black Friday

Há muito a aprender com os sucessos e fracassos de outras empresas. Observando o padrão de comportamento de um setor, varejistas e vendedores podem entender o que funciona e o que não funciona, bem como aplicar esse conhecimento em estratégias inteligentes orientadas a vendas. 

Mas o sucesso não se refere apenas às vendas. Ele engloba fatores como desempenho do site, diversos meios de pagamento, anúncios direcionados em mídias sociais, campanhas, fulfillment e integrações de lojas físicas. O conjunto de todas essas iniciativas leva a uma taxa de conversão maior e uma excelente experiência do cliente, o objetivo de tantas empresas.

As marcas selecionadas abaixo vêm de diferentes origens e setores, mas têm uma coisa em comum: elas se destacaram em suas estratégias e na execução do maior evento de varejo, além de contar com a ajuda e o suporte da VTEX.

1. Inter

O Inter é um banco brasileiro. Ele tem um superaplicativo que visa atender a um público diversificado com muitos serviços, que incluem um banco digital, ofertas de soluções de crédito, saques, transferências, empréstimos, contas comerciais, entre outros. Mas, com o marketplace Inter Shop, também disponível no app, o Inter tem crescido rumo a algo ainda maior. 

A Inter Shop faturou excepcionais US$ 19 milhões em vendas na Black Friday, durante o último final de semana de novembro de 2020. Com a solução de marketplace nativa da VTEX, o Inter conseguiu integrar novos sellers com facilidade e sincronizar produtos e estoques automaticamente. Tudo isso foi possível graças às funcionalidades headless da VTEX e à sua estrutura API-first.

Exclusividade

Uma das funcionalidades de um superaplicativo é conectar diferentes serviços entre si. Durante a Black Friday, foram oferecidos descontos especiais e exclusivos aos clientes e um benefício de reembolso para as ofertas do evento, caso os compradores já fossem clientes do banco. 

A arquitetura de microsserviços da VTEX permite montar diferentes módulos em vários componentes funcionais, como promoções ou serviços de preços que podem ser usados separadamente. Com isso, adicionar ou alterar promoções e preços foi ainda mais fácil e fluido para o Inter.

Branding

É fundamental contar com um bom posicionamento de marca e no mercado durante grandes eventos. O Inter faz um teste para ver como se sairia na Black Friday com seu próprio Inter Day, um evento de 24 horas que gerou um GMV 12% maior do que o de todo o mês de junho de 2020. E o evento foi realizado sem problemas, tudo graças à agilidade e escalabilidade da plataforma VTEX.

Além do Inter Day, o Inter reestruturou sua Black Friday, que passou a ser chamada Orange Friday, alinhada com a cor da marca. Ao focar nisso, o Inter pode aproveitar uma das principais vantagens da Black Friday e da Cyber Monday: a descoberta de produtos e novos clientes. Com uma sólida posição e estratégia de mercado, o banco ostenta seu status de superaplicativo para fazer com que os clientes fiquem mais tempo na plataforma.

2. C&A

A C&A estabeleceu uma operação sólida com a VTEX no Brasil, orquestrando recursos de marketplace e omnichannel em suas lojas físicas e online.

No período de final de ano, eles venderam milhões online devido à popularidade da marca e a uma grande variedade de produtos. 

Deus ajuda quem cedo madruga

A C&A implementou uma estratégia de começar a oferecer descontos mais cedo, para atrair aqueles clientes que “não perdem uma promoção” e, ao mesmo tempo, criar um direcionamento de alto tráfego para seu site. 

Ao oferecer acesso antecipado e uma prévia do que está por vir aos seus clientes, prometendo descontos ainda melhores durante os eventos, a C&A considera a decisão de compra do cliente. 

Assim como o Inter aproveitou os microsserviços da VTEX, a C&A aplicou os módulos de promoção ao site da marca, considerando suas necessidades e as estratégias que estavam mais alinhadas com as necessidades dos clientes. 

Alcance os clientes em todos os canais

O site pode ser o primeiro ponto de contato para os clientes, mas vale lembrar que não é o único. A C&A consegue manter os clientes próximos, em qualquer lugar. Com descontos exclusivos e códigos promocionais, os clientes podem optar por baixar o aplicativo da C&A e comprar direto do celular. 

O aplicativo móvel da C&A é um dos líderes na categoria de moda em relação ao número de downloads. Desenvolvido inteiramente com APIs da VTEX, ele representou um aumento significativo nas vendas e também na visibilidade da marca. Hoje, mais de 50% das vendas digitais da C&A são derivadas deste canal.

Isso influencia muito a experiência do cliente, porque ela passa a depender do desempenho e de uma jornada fluida de ponta a ponta, online e sem complicações.

A marca também investiu em conversational commerce e social selling junto com a VTEX, utilizando-os como o principal meio de contato com os clientes, especialmente durante a pandemia de COVID-19. O objetivo da iniciativa era expandir o alcance da base de clientes e utilizar estratégias de remarketing durante momentos de maior tráfego.

3. Al’s Sporting Goods

A Al’s Sporting Goods é uma empresa de artigos esportivos sediada nos Estados Unidos. Desde que ingressou na VTEX em 2019, a Al’s tem visto grandes resultados em relação à experiência de compras online de seus clientes. 

Experiência de checkout ininterrupta

Com o SmartCheckoutTM da VTEX, a experiência de checkout tornou-se mais fácil, rápida e segura, permitindo  que os varejistas capitalizem sobre taxas de conversão excepcionais. Dessa forma, qualquer cliente que retorna ao site, tendo criado uma conta ou não, encontra todas as suas informações (incluindo informações de pagamento) salvas e acessíveis apenas digitando seu endereço de e-mail. A nova experiência de checkout resultou em um aumento de 10% da taxa de conversão durante o pico das vendas de final de ano. 

Ao melhorar esta etapa, a Al’s proporcionou uma melhor experiência a seus clientes ao mesmo tempo em que criava um site com alto desempenho. De acordo com as estatísticas do Baymard Institute, a taxa média de abandono do carrinho é de 69,8%, e a maior parte dos abandonos ocorre devido à insatisfação dos clientes com os processos de checkout.

Promoções eficazes

Durante a Black Friday e a Cyber Monday, a Al’s conseguiu executar diferentes banners e promoções ao longo do dia, todos automatizados, bem como diferentes campanhas de e-mail marketing, o que foi possível com os recursos plug-and-play da VTEX e o VTEX IO. Dessa forma, a Al’s se tornou mais dinâmica durante a temporada de compras.

Realizar promoções eficazes com preços corretos pode ser difícil, especialmente quando há muitos SKUs envolvidos. Por isso, é importante testar os cupons e códigos de desconto antes de repassá-los ao público. Não oferecer o preço correto aos clientes pode impactar muito negativamente os resultados das vendas de final de ano.

O recurso mencionado acima foi responsável por um aumento de 96% na receita da Cyber Monday e um aumento de 84% na receita da Cyber Five (período do Dia de Ação de Graças até a Cyber Monday) em relação ao ano anterior.

4. Grupo SOMA

O Grupo SOMA é um dos maiores grupos varejistas de moda do Brasil, com mais de 12 marcas e múltiplas fusões e aquisições. Em expansão internacional com a FARM Rio, o grupo arrecadou uma receita de US$ 34 milhões e um GMV de US$ 12,1 milhões durante o quarto trimestre recorde de 2020, que inclui a Black Friday e o Natal. 

Isso só foi possível com muito investimento em omnichannel e com a prestação de um serviço de qualidade ao cliente. Desde que a crise sanitária começou, o comércio digital do grupo cresceu mais de 200% e representa agora a fonte de 60% da receita.

Experiência de compra unificada

O Grupo SOMA conseguiu superar o desafio de vender à distância com um forte investimento em omnichannel, transformando as 200 lojas físicas de suas marcas em pequenos centros de distribuição para completar o last mile mais rápido. Além disso, diversas opções de atendimento foram habilitadas, entre elas “clique e reserve”, “ship-from-store”, “retirada na loja” e “entrega em casa”, o que possibilitou uma entrega mais eficiente dos pedidos. 

Tudo isso foi só foi possível graças ao OMS centralizado da VTEX e seu compromisso com um futuro de comércio colaborativo, no qual lojas e clientes estão conectados. Com a plataforma da VTEX, os empresários conseguem integrar pedidos e estoques em todos os canais de forma econômica, otimizando o atendimento e a entrega. Dessa forma, não há mais falta de estoque e há mais oportunidades de venda.

Envio rápido e gratuito

Quando se trata de vendas de final de ano, a logística é importante, especialmente para aqueles presentes ou produtos que precisam ser entregues com prazo contado. Com sua operação omnichannel, o Grupo SOMA conseguiu escalar a entrega rápida em até cinco dias para todas as compras feitas no fim de semana da Black Friday. Além disso, o frete é sempre grátis quando o cliente utiliza o código especial de um vendedor.

O envio rápido e gratuito são duas das principais etapas quando o cliente decide comprar, especialmente para quem compra presentes de última hora. Mesmo se não for possível oferecer frete grátis durante o ano todo, considere organizar seus preços e promoções para conseguir fazê-lo. Isso torna as compras mais convenientes.

Conclusão

A partir da observação de outros comportamentos, os varejistas podem criar planos concretos sobre como preparar seus negócios para os dias mais agitados de vendas no ano. 

Olhar para os números e casos de sucesso da Black Friday 2020 é essencial, pois foi o primeiro ano em que as vendas digitais superaram as das lojas físicas. Foi também o primeiro ano em que os varejistas viram o verdadeiro potencial de uma boa estratégia de vendas online durante o pico das vendas de final de ano.Além disso, é fundamental contar com um fornecedor que garanta a tecnologia e a estrutura confiável necessária para esse período e demonstre histórias de sucesso e experiência. É aqui que nós entramos: a VTEX é a plataforma de comércio digital para grandes empresas que ajuda a impulsionar as vendas com a confiança necessária para planejar, executar e escalar suas estratégias de modo seguro e confiável. Clique aqui e entre em contato com um especialista da VTEX para aliviar a sua Black Friday.

Continue lendo: artigos relacionados
Estratégia

7 passos simples para garantir uma boa usabilidade de uma loja online

Você conhece a importância da usabilidade de uma loja online? Para destacar a sua loja online dos demais…

ESHOPPER
ESHOPPER
Estratégia

Uma linha do tempo para a implementação do conversational commerce

Os novos hábitos de compra dos consumidores, o boom do comércio social e a tendência voltada para a…

Gabriela Porto
Gabriela Porto
Estratégia

Como otimizar o checkout e aumentar a conversão em sua loja online

As vendas no ecommerce vem experienciando um crescimento considerável nos últimos anos. Segundo a Ebit/Nielsen o Brasil bateu…

Caroline Dias
Caroline Dias
Estratégia

9 principais diferenças entre o ecommerce B2C e B2B

Você já se perguntou como cada modelo de negócio requer uma arquitetura e um conjunto de funcionalidades diferentes?…

Iris Irikura
Iris Irikura
Estratégia

Como crescer a sua estratégia omnichannel com live shopping

Se existe algo que é uma constante no mundo digital e no mundo do ecommerce é a inovação…

Taissa Araujo
Taissa Araujo
Estratégia

Aumente o faturamento da sua loja virtual com entregas cada vez mais rápidas

Descubra como as estratégias logísticas usando dark stores têm garantido entregas em tempo reduzidoe se tornado tendência no…

Rebeca Maffra
Rebeca Maffra
Estratégia

O que uma plataforma de comércio omnichannel pode oferecer aos varejistas?

Ninguém entra no varejo pensando “Vou vender este único produto a este preço e neste canal para sempre”.…

Cody Stapleton
Cody Stapleton
Estratégia

Como integrar o conversational commerce em sua operação omnichannel

Um dos paradigmas das marcas é estar disponível onde quer que os clientes estejam e ser capaz de…

Diana Mourão
Diana Mourão
Estratégia

Conversational commerce: a mais nova tendência digital que está fortalecendo as empresas B2C e B2B

Por trás de qualquer tipo de negócio, há um ser humano. Isso é um fato. Portanto, tanto faz…

Juliana Sánchez
Juliana Sánchez
Veja Mais
Registro feito com sucesso