Histórias de Clientes

O ecommerce de lingerie premium da Intimissimi no Brasil

Andreea Pop
Andreea Pop June 10, 2021
O ecommerce de lingerie premium da Intimissimi no Brasil

Para os conhecedores de lingerie, a Intimissimi é um nome extremamente familiar. A marca foi fundada em 1996 na idílica Itália como parte do Grupo Calzedonia, com o objetivo de conquistar o mercado de lingerie com seu icônico estilo italiano que combina, perfeitamente, romantismo com sofisticação. E conquistou, as suas peças exuberantes estão agora disponíveis em um total de 1.518 lojas físicas e 24 lojas online em 45 países. Um deles é o Brasil, país onde a VTEX tem ajudado, há mais de cinco anos, a equiparar o prestígio da marca de lingerie a um canal de ecommerce. A loja virtual brasileira se tornou gradualmente uma referência na rede de operações da marca.

Um encontro com a tecnologia

A Intimissimi chegou ao Brasil em 2012. Depois de alguns anos de sucesso encantando o país com sua grande variedade de produtos encontrados nas suas lojas físicas, em 2016 a marca de lingerie desejava implementar uma operação de ecommerce. Esta decisão corresponderia ao crescente interesse em compras online de lingerie, que foi nomeada pela DigitalCommerce360 como uma das “categorias de ecommerce de crescimento mais rápido“. 

Na busca pela tecnologia perfeita, a Intimissimi Brasil analisou pela primeira vez quais plataformas de ecommerce as unidades de outros países estavam utilizando. Mas a equipe sentiu que aquelas, assim como muitos outros grandes players, não eram customizáveis o suficiente para atender de forma satisfatória o mercado brasileiro e as expectativas dos seus clientes. A solução ideal necessária para suportar certos layouts de sites, exigências específicas de pagamento e complexidades fiscais locais, ao mesmo tempo em que mantinha o look & feel sedutor da Intimissimi.

A marca de lingerie acabou encontrando tudo isso na VTEX depois que vários outros varejistas recomendaram o fornecedor de plataforma de ecommerce regional, que se tornaria global. Assim, em maio de 2016, após apenas três meses de implementação, a Intimissimi lançou a sua loja digital no Brasil.  

lingerie ecommerce

Uma atraente operação de ecommerce de lingerie

Assim como a lingerie capacita seus usuários e pode ser usada como uma ferramenta atrativa, uma operação de ecommerce também deve fortalecer a marca e encantar os clientes durante toda a jornada de compras, mesmo depois de efetuar a compra! A Intimissimi conseguiu resolver tudo isso.

1. Um front-end baseado em fotografias

O ecommerce da Intimissimi coloca a deslumbrante lingerie da marca como protagonista em toda a jornada de compra. O front-end é decorado com um visual atrativo, pois a fotografia de alta qualidade está presente em cada página, incluindo o preview das categorias. Há imagens dinâmicas na página de listagem de produtos que mudam rapidamente quando se passa o mouse e recomendações de produtos orientando o cliente a adicionar peças da mesma coleção ou até mesmo a fazer um mix and match. Além disso, um botão de promoção atual destaca as peças indispensáveis. 

Não importa onde o consumidor navegue no site, eles se deparam com a identidade elegante da Intimissimi e podem facilmente encontrar os produtos que estão procurando, ou até descobrir novos. 

2. Processos sem esforço

Nos bastidores, um OMS de alta qualidade e totalmente integrado torna a gestão do ecommerce mais fácil, fornecendo informações sobre os pedidos e opções de orquestração de pedidos. Geralmente, a plataforma de ecommerce é intuitiva e fácil de usar, com o módulo de catálogo ganhando uma atenção especial da equipe de ecommerce da Intimissimi, pois a informação do produto é dada de forma muito simples. Por último, mas não menos importante, uma infinidade de integrações e customizações propicia todas as iniciativas digitais como o social selling, a venda através do Facebook e Instagram. 

“O OMS da VTEX, para mim, é o melhor. Além disso, é muito fácil integrar outros fornecedores, especialmente métodos de pagamento. Não é preciso fazer nada mais, além de ativá-los na VTEX”.

David Buvol, Diretor de Ecommerce do Grupo Calzedonia

3. Um poderoso ecosistema

A cereja do bolo é que as muitas agências com as quais a Intimissimi trabalha, tanto para campanhas de marketing quanto para gerenciamento de sites, conhecem o funcionamento interno da VTEX graças ao robusto ecossistema de ecommerce da plataforma, e aquelas que não estão familiarizadas com a VTEX podem rapidamente progredir na curva de aprendizagem. 

Produzindo notícias

Digitalmente, a Intimissimi vendeu 427% mais em 2020 em comparação com 2019, com eventos de varejo que estimulam o consumo. As vendas para o Dia das Mães, por exemplo, cresceram 685% ano contra ano. Relativamente, a participação da receita gerada pelo comércio digital disparou de 5% antes da pandemia para aproximadamente 50% durante o auge da crise sanitária mundial. O ecommerce foi de grande ajuda durante tempos sem precedentes tanto para o varejista de lingerie quanto para seus clientes.

lingerie ecommerce

De fato, o canal de ecommerce atingiu um novo recorde durante a pandemia da COVID-19, quando os compradores tiveram que recorrer à compra online para a maioria dos artigos de moda devido aos lockdowns e fechamentos das lojas. As perspectivas gerais das vendas foram ajudadas ainda mais pelo fato de que a Intimissimi ofereceu a aposta perfeita em roupas íntimas, roupas de dormir e roupas confortáveis, todas que estavam sendo procuradas em 2020. Mas o crescimento em 2020 foi baseado em uma base muito sólida, já que a operação de ecommerce da Intimissimi Brasil cresceu ano após ano desde o início, impulsionada por mudanças no layout do site especificamente adaptadas ao consumidor brasileiro.

Em geral, em uma comparação global das operações da Intimissimi, o Brasil ocupa atualmente o quarto lugar quando se trata do número de lojas físicas, com 71 lojas. No entanto, o mais importante, o Brasil também ocupa a quarta posição mundial no volume total de vendas da marca, ficando atrás apenas da Espanha, França e Rússia, em grande parte devido às vendas online de hoje. 

Modelando o futuro

Após a montanha russa que foi 2020, a Intimissimi está procurando levar sua relação com o ecommerce para o próximo nível, através da interação de canais de comércio online e offline por meio de uma operação omnichannel, o que implicará no relançamento da solução de retirada na loja interrompida temporariamente durante a pandemia e também na implementação do ship-from-store. Além disso, a marca de lingerie espera expandir seus horizontes digitais com a personalização de produtos sob encomenda, o método de pagamento por Pix (ou seja, a ferramenta de pagamento instantâneo do Banco Central do Brasil) e até mesmo um aplicativo proprietário com o objetivo de reproduzir a experiência na loja, oferecendo sugestões de estilo personalizadas para o comprador.

lingerie ecommerce

Simultaneamente, a história entre a VTEX e outra marca do Grupo Calzedonia, chamada Calzedonia, também está se consolidando. A marca irmã, oferecendo roupas de praia e meias com a mesma dose de charme italiano, lançou em 2018 a sua própria loja digital no Brasil como forma de testar se a marca seria bem recebida pelos consumidores brasileiros. No fim, foi o encontro perfeito, a Calzedonia abriu cinco lojas físicas no país, com outras em breve; outro exemplo de como o digital pode abrir caminho para a expansão.

Continue lendo: artigos relacionados
Estratégia

Como Unilever e Motorola encaram os desafios do mercado B2B

O mercado B2B passa, no Brasil e no mundo, por um intenso e acelerado processo de transformação, com…

Elias Moura
Elias Moura
Histórias de Clientes

Loja do Flamengo integra estoque ao Mercado Livre em 8 dias e alcança 4º lugar em vendas em primeiro mês no marketplace

Somente com a ação de lançamento da camisa oficial do time na plataforma, a loja registrou aumento de…

Mariana Boese
Mariana Boese
Histórias de Clientes

Em um ano e meio, a Electrolux conseguiu alcançar, com seu ecommerce, o que havia planejado para cinco anos.

Estabelecer e consolidar um canal digital de vendas é um plano que muitas empresas começaram a desenvolver já…

Miguel Garzón
Miguel Garzón
Histórias de Clientes

Como a rede de supermercados Tía utilizou o ecommerce para manter as vendas durante o lockdown

Tía, uma empresa equatoriana fundada por dois imigrantes checoslovacos em 1940, cresceu de uma pequena empresa familiar para…

Lalo Aguilar
Lalo Aguilar
Histórias de Clientes

PicPay Store ganha marketplace com tecnologia headless da VTEX

O PicPay investiu na tecnologia pronta e headless da VTEX para, em menos de 5 meses, proporcionar uma…

Elias Moura
Elias Moura
Histórias de Clientes

Mondelēz: Adotando o ecommerce de CPG com uma operação digital B2B2B

Com operações em mais de 80 países e marcas icônicas como Oreo, Milka e Toblerone em seu portfólio…

Andreea Pop
Andreea Pop
Histórias de Clientes

Samsung Electronics acelera go to market na América Latina com a VTEX

A solução VTEX IO foi a escolhida pela gigante sul coreana Samsung Electronics para conciliar toda sua complexa…

Mariana Boese
Mariana Boese
Histórias de Clientes

Grupo Soma acelera marketplace próprio em parceria com Conecta Lá e VTEX

Um dos grupos de maior relevância no cenário nacional quando o assunto é varejo de moda, o Grupo…

Conecta Lá
Conecta Lá
Histórias de Clientes

Supernosso eleva patamar de atendimento no delivery com VTEX Tracking

O Grupo Supernosso é uma das 20 maiores empresas do setor supermercadista brasileiro, de acordo com o ranking…

Mariana Boese
Mariana Boese
Veja Mais
Registro feito com sucesso