Blog VTEX - O que é Google AdWords e qual a sua importância para o e-commerce

O que é Google AdWords e qual a sua importância para o e-commerce

GhFly GhFly
GhFly
22 maio 2017
Reading Time: 5 min

Na era da web 3.0, torna-se fundamental que as lojas virtuais equipem-se com as ferramentas de que precisam para serem competitivas no mundo digital. O Adwords para e-commerce é, nesse sentido, uma necessidade da qual não se pode fugir.

Ferramentas de posicionamento nos motores de busca, como SEO (Search Engine Optimization) e SEM (Search Engine Marketing), são conceitos e elementos que precisam ser absorvidos o mais imediatamente possível.

No entanto, esses conceitos, relacionados ao tráfego orgânico, não trarão sozinhos todos os resultados esperados por uma loja virtual. É fundamental que o tráfego pago, por meio do Adwords para e-commerce, faça parte da sua estratégia de marketing. Vamos entender como fazer isso no post de hoje. Confira!

O que é o Google Adwords?

O Adwords é a plataforma de anúncios do Google. Trata-se de uma ferramenta que permite a promoção de um site por meio do posicionamento de anúncios gráficos, de vídeo ou de texto na página de resultado das pesquisas do buscador, no youtube ou em sites e portais parceiros do Google.

Tão importante quanto ter uma boa plataforma, ter uma conta de Google Adwords é fundamental para um e-commerce. O Google é hoje a maior ferramenta de captação de clientes dos varejistas on-line ao redor do globo.

A importância do Adwords para e-commerce

As campanhas do Google Adwords estão entre as atividades mais importantes de uma estratégia de marketing para e-commerce. Elas podem ser muito rentáveis e gerar um ROI altamente positivo, desde que sejam geridas da maneira correta.

Vamos analisar os principais motivos para você planejar e executar uma boa campanha de Adwords para e-commerce:

1. Gera aumento de conversão em vendas

Se sua campanha estiver rodando corretamente, ela tem o potencial de enviar um tráfego altamente qualificado ao seu e-commerce. O Adwords permite que você foque no público exato que procura aquilo que você está ofertando.

2. Possibilita alto retorno sobre o investimento

Uma vez que o Adwords é uma estratégia PPC (pay-per-click), se a campanha estiver bem otimizada, você pode gerar um ROI muito positivo. Para atingir melhores resultados, você deve realizar testes A/B e sempre monitorar suas campanhas.

3. Gera resultados rápidos e transparentes

É fácil monitorar e analisar o progresso de suas campanhas de Adwords para e-commerce. Ela fornece todas as informações relacionadas a cada campanha, como os cliques nos anúncios, as palavras-chave usadas pelos visitantes, o custo por clique e várias outras.

4. Atinge tráfego segmentado

Os algoritmos do Google são continuamente aperfeiçoados e evoluídos, de modo que eles produzem os resultados de busca e anúncios mais relevantes possíveis. Dessa forma, o Adwords é capaz de direcionar ao seu e-commerce um tráfego segmentado e altamente qualificado, desde que você entenda como fazer essa segmentação em suas campanhas.

5. Fornece um rico banco de informações

O Google Adwords produz informações sobre os hábitos e necessidades dos consumidores que gerações anteriores jamais sonhavam que fosse possível conseguir. Essas informações podem ser usadas para fornecer melhores produtos e serviços, além de aperfeiçoar suas estratégias de marketing, de modo a não gastar dinheiro com publicidade direcionada a pessoas que não estão interessadas na sua oferta.

Os tipos de anúncios no Adwords

Há vários tipos de anúncios que você pode usar no Google Adwords para e-commerce, os quais podem ser usados para atingir objetivos e resultados distintos. Vamos ver os principais tipos de anúncios usados:

1. Texto

São aqueles anúncios que aparecem no topo dos resultados, geralmente quatro anúncios patrocinados, quando você pesquisa no Google. Possuem um pequeno ícone indicando que são anúncios patrocinados. Apesar de não ter apelo visual, são bons para segmentar termos de pesquisa específicas.

DICA: Utilize uma lista de segmentação dentro de suas campanhas de pesquisa, com a configuração de “Somente Lance”. Deste modo você poderá dar lances diferenciados para os usuários que entraram em sua loja.

2. Gráficos

Os anúncios gráficos contêm imagens, as quais podem ser interativas ou estáticas. Dentro do modelo de formatos gráficos é possível fazer campanhas de remarketing dinâmico, atingindo os usuários que entraram em uma de suas páginas de produto e mostrando o mesmo produto para eles quando estiverem acessando outros sites.

Uma outra opção de anúncios gráficos do Google são os anúncios expansivos, também chamados de Lightbox. São anúncios que se expandem ao passar o mouse sobre eles.

3. Vídeo

Apesar de ser, muitas vezes, considerada uma estratégia com foco em Branding, os vídeos são uma ferramenta muito importante para aumentar a performance de vendas de seu e-commerce. Atualmente existem formatos com um custo menor de produção e um maior retorno de resposta direta em vendas, como os Bumper Ads: vinhetas de 5 segundos, não puláveis no Youtube.

4. Produto no Shopping

Provavelmente, é o tipo mais interessante de anúncio do Adwords para e-commerce, já que foi desenvolvido especialmente para esse negócio. Esses anúncios promovem uma imagem visual do produto acompanhada do preço e uma breve descrição. São bons para mostrar ao usuário mais informações sobre um produto, além do seu aspecto visual.

DICA: No Google Shopping, os produtos mais clicados são os produtos de menor valor, quando comparados com seus concorrentes diretos no resultado de pesquisa. Por isso, uma boa dica é utilizar o menor preço possível dentro de seu feed de produtos, em sua plataforma.

5. Anúncios Dinâmicos de Texto – DSA

Esse é um tipo de anúncio de texto específico que utiliza o feed de produtos e as URL’s do seu e-commerce para entregar seus anúncios aos usuários que procuram por eles. A principal diferença entre os anúncios dinâmicos e os anúncios comuns de texto é que nos dinâmicos não há necessidade de se cadastrar palavras-chave. Ao invés disso, o Google Adwords mostra seus anúncios automaticamente utilizando os nomes dos itens de seu site.

Dicas para criar um bom anúncio

Gerir uma campanha no Adwords não é difícil, mas exige atenção e tempo. Confira 10 pontos fundamentais de uma campanha bem estruturada de Adwords para e-commerce.

1. Faça uso das opções de correspondência

O objetivo de uma campanha de Adwords para e-commerce não é cobrir um mercado inteiro e alcançar todos os usuários. Ao contrário, seu foco deve ser identificar e atingir o nicho de potenciais clientes que podem se tornar clientes reais no menor tempo possível.

Por isso, é muito importante utilizar de modo correto os tipos de correspondência.

Definir todas as palavras-chave com correspondência ampla nos levará certamente ter um tráfego enorme, mas que será pouco qualificado e, portanto, dificilmente converterá.

2. Use palavras-chave negativas

Para refinar ainda mais as palavras-chave pelas quais você pretende competir, é muito importante fornecer uma lista de palavras-chave negativas — aquelas cuja digitação no campo de pesquisa impede que um anúncio seja ativado.

O uso correto das palavras-chave negativas permite que você consiga identificar o seu mercado exato. A pesquisa por essas palavras é uma atividade em constante evolução que não pode ser feita apenas no início da campanha. As palavras são monitoradas frequentemente e a lista das negativas é sempre otimizada.

É muito importante lembrar que as palavras negativas são apenas uma ajuda em casos onde sua palavra-chave, mesmo bem segmentada, atrai usuários que não tem interesse em seu produto. Caso você perceba que suas campanhas precisam de muitas palavras negativas, avalie a possibilidade de alterar suas palavras-chave.

3. Monitore as conversões

Pode parecer absurdo, mas existem muitas empresas que realizam constantes campanhas no Adwords sem nunca configurar o código de monitoramento das conversões.

A correta gestão de uma campanha de Adwords para e-commerce jamais deve ignorar esse aspecto. Não apenas porque você pode ter uma resposta eficaz de quantas vendas foram geradas por suas campanhas, mas também para entender mais sobre o público do seu site e sobre seus consumidores.

4. Organize grupos de anúncios funcionais

Uma das funcionalidades básicas na fase de configuração de uma campanha no Adwords é a subdivisão em grupos de anúncios. Esses grupos permitem que uma campanha seja desmontada em diversas minicampanhas.

Esse fator é fundamental, pois permite atingir níveis de especificidade superiores e alcançar micronichos de mercado.

DICA: Use poucas palavras-chave por grupos para não perder o controle das palavras que realmente convertem. Além disso, divida suas campanhas e grupos por assuntos principais.

5. Otimize os anúncios

A atividade de copywriting para o Google Adwords é bastante peculiar e delicada. Deve ser um mix de criatividade, honestidade, persuasão e, obviamente, sem esquecer a chamada para ação.

Ainda é preciso levar em consideração que o Google impõe um limite de caracteres, portanto, essas características devem caber num texto enxuto e objetivo.

O Adwords para e-commerce, como vimos, é uma excelente ferramenta para aumentar o tráfego e, por conseguinte, as conversões do site. Porém, é importante ter uma estratégia clara e precisa que sustente toda a atividade de publicidade paga, desde a gestão até a otimização de cada campanha, a fim de melhorar as taxas de conversão de cada anúncio.

Por fim, lembre-se de que a eficácia de uma ferramenta como o Adwords também vai depender do conjunto todo do seu negócio.