Integre as mídias sociais à sua estratégia de vendas

Avatar
VTEX
18 abr 2019
mídias sociais como ferramenta de vendas
Reading Time: 3 min

Facebook, Instagram e outras redes podem ser espaços importantes para a conversão de suas vendas. Veja como aproveitar melhor suas possibilidades

 

As mídias sociais estão entre os meios de comunicação mais relevantes para os consumidores. Segundo a eMarketer, em 2017 quase 2,5 bilhões de pessoas utilizaram alguma rede social, enquanto a comScore indica que o Brasil está entre os países líderes no consumo do Facebook, tanto para gerar quanto para consumir conteúdo. Tão ou mais relevantes que a televisão, para uma grande parte da população as mídias sociais são, de fato, a porta de entrada de informações sobre produtos, serviços e notícias.

Isso faz com que empresas de todos os portes precisem considerar as mídias sociais como parte de sua estratégia de comunicação com os consumidores. Mais que isso, é preciso desenvolver maneiras de engajar o público sem investir pesadamente em mídia, aproveitando a capacidade que as mídias sociais têm de disseminação de conteúdo relevante para estabelecer diálogos com o público.

Existem várias formas de integrar as mídias sociais às suas ações de comunicação e estimular as vendas, sem necessariamente investir em publicidade online. Algumas das mais importantes são:

 

Criar conteúdo relevante

Um bom relacionamento com os consumidores passa pela entrega de diferenciais que agreguem valor para os clientes. Para isso, é importante criar conteúdo relevante para o consumidor, o que parte do entendimento da jornada de compra do público. Uma boa estratégia de content marketing permite destacar seus diferenciais e apresentar informações exclusivas, de maneira consistente, contribuindo para o posicionamento da marca.

Um grande exemplo é a Red Bull, que desenvolve uma infinidade de ações com o objetivo de estabelecer relacionamentos que vão além do consumo da bebida. O mote “te dá asas” abre espaço para que a marca desenvolva eventos de balonismo, acrobacias aéreas, motociclismo, rally e até mesmo corrida de carrinhos de rolimã, estabelecendo de forma sólida sua relação com o público fã de esportes radicais.

No setor de moda, praticamente toda empresa pode desenvolver algo nesse sentido. É possível usar o universo da marca e seus produtos e serviços para contar histórias que sejam relevantes para os consumidores para, com a mídias sociais, aumentar exponencialmente o alcance dessas ações.

 

Influenciar o processo de compra

Quem nunca olhou as avaliações e reviews de um restaurante antes de decidir visitá-lo? O consumidor se acostumou a descartar produtos e serviços com avaliação ruim e, por isso, é importante abrir espaço para que os consumidores digam o que pensam. Uma ou outra avaliação negativa é esperada (afinal, há sempre alguém em quem o caimento das roupas não fica 100%), mas a autenticidade que elas trazem é essencial para apresentar sua boa imagem ao mercado. Essa é também uma forma relevante de obter, gratuitamente, o feedback dos consumidores e identificar pontos de melhoria.

 

Obter mais visibilidade

Uma empresa não existe se não pode ser encontrada no Google. Se fazer presente nos meios online é essencial para ser considerado nos processos de compra dos clientes. A presença nas mídias sociais, especialmente quando construída de forma orgânica, faz com que seus produtos e serviços possam ser encontrados mais facilmente.

Criação de comunidades

As mídias sociais reforçam o senso de pertencimento a um grupo. Trabalhar bem o desenvolvimento de grupos e clubes é uma forma de se tornar mais relevante para determinados perfis de público, gerando uma imagem mais positiva e estimulando o retorno dos clientes. Especialmente em setores ligados à beleza e ao sentir-se bem, como moda e acessórios, a criação de comunidades é uma ferramenta poderosa para estabelecer uma relação emocional com os clientes.

 

Integração com o e-commerce

Como parte de uma jornada que visa, em última instância, gerar resultados palpáveis de vendas, as estratégias de comunicação nas mídias sociais não podem ser separadas dos objetivos de negócios. Uma marca não deve adotar um posicionamento que não combine com a forma como se apresenta em seus processos de venda, uma vez que a comunicação com o consumidor deve manter sua integridade do começo ao fim do processo. Sempre que possível, os posts nas mídias sociais devem direcionar o cliente à plataforma de e-commerce, onde ele poderá obter informações sobre o universo da marca e conhecer mais sobre seus produtos e serviços.