Gestão

Como ser proativo ajudou minha carreira na engenharia a decolar

Kevin Chevallier
Kevin Chevallier August 30, 2021
Como ser proativo ajudou minha carreira na engenharia a decolar

Fala-se muito que a proatividade é uma característica essencial para uma carreira de sucesso no mundo empresarial. Embora essa afirmação tenha sido usada em demasia nos últimos anos, não significa que o conselho tenha perdido o seu valor.

Mas como podemos tomar iniciativas de modo a gerar ações de valor para nossos colegas e para a empresa? Estar disposto a contribuir e fazer coisas além da descrição das minhas funções ajudou no meu crescimento profissional – tanto na VTEX como na minha trajetória de carreira. Por isso, pensei que poderia ser útil compartilhar algumas experiências que tive nesse sentido.

Esteja disposto a aprender

Quando eu comecei a trabalhar na VTEX como engenheiro de front-end, em 2017, a estrutura interna era bastante simples. Todos os engenheiros tinham acesso livre ao nosso CEO, que nos orientava sobre o que deveríamos almejar para o crescimento da empresa.

Embora fôssemos poucos engenheiros de front-end em uma equipe predominantemente de back-end, isso não nos impediu de criar rituais e reuniões para compartilhar experiências com frequência. Em meio à rotina de trabalho, logo entendemos que precisávamos estabelecer processos para alinhar nossos projetos de longo prazo e as habilidades que precisávamos adquirir ou aperfeiçoar para melhorar os serviços que estávamos construindo.

Naquela época, não tínhamos mentoria, reuniões one-on-one (1:1s), ou um plano de crescimento estruturado. Mas como a VTEX tem uma mente muito aberta sobre como as equipes e os chapters (grupos colaborativos por função) se auto gerenciam, os membros seniores do time de front-end começaram a oferecer bate-papos frequentes àqueles interessados em conversar num ambiente mais privado do que as reuniões públicas.

Ofereci ajuda e comecei a conversar com uma pessoa periodicamente. Depois esse número passou para dois e, quando vi, estava ajudando muito mais desenvolvedores a sanar suas dúvidas, usando a experiência que tinha adquirido na VTEX e nas outras empresas em que trabalhei.

Passei a me importar com essas reuniões e me sentia razoavelmente confiante em relação às minhas habilidades de mentor. Desde o início, eu me organizava com documentos para cada 1:1 que realizava. Cheguei a começar minha primeira mentoria remota em 2019, antes de tudo se tornar remoto, em 2020.

Busque crescer sempre, e ajude os outros a crescerem também

Esse processo continuou, e eventualmente eu comecei a agir em prol dos meus colegas de equipe, ajudando-os quando sentiam que seu trabalho não estava sendo valorizado. Tentei explicar a eles a necessidade de mostrar nosso trabalho e conscientizar toda a empresa de que não construímos apenas umas “interfacezinhas” para exibir dados, mas desenvolvemos soluções sólidas para nossos clientes gerirem suas operações.

Após colocar esse plano em ação, começamos a apresentar nosso trabalho para o resto da empresa, ajudando-nos mutuamente quando necessário, compartilhando mais durante eventos semanais e mensais e criando guildas (grupos com interesses em comum) internas para melhorar os processos.

Como resultado, fomos reconhecidos por outros engenheiros como um chapter muito bem-organizado. Não foi a liderança da VTEX que nos instruiu a tomar essas ações. Nós simplesmente as tomamos e melhoramos os nossos processos ao longo do tempo.

No início de 2020, a VTEX estava aumentando sua estrutura interna e decidiu montar uma equipe para criar planos de carreira oficiais para todos os engenheiros.

O projeto foi aberto a qualquer um que quisesse participar. Eu me ofereci para ajudar a escrever as descrições dos planos para melhorar o bem-estar dos engenheiros e dar a eles mais clareza sobre seus percursos e habilidades profissionais.

Não tenha medo de correr riscos

Na mesma época, fui chamado para cuidar de um grupo de engenheiros em outra equipe e atuar como “tech lead”. O conceito de Gerente de Engenharia não era muito conhecido na época, mas alguns de nós já estávamos estudando esse novo cargo, que já existia em outras empresas. Começamos a fazer a maior parte do trabalho naturalmente, entregando valor não só codificando recursos diretamente, mas também melhorando a produtividade dos nossos colaboradores.

Quando o plano de carreira da engenharia estava quase pronto, a VTEX oficializou o cargo de Gerente de Engenharia e me alocou para uma segunda equipe com a tarefa de cuidar dos profissionais que trabalhavam lá e ajudá-los a crescer profissionalmente.

Logo depois disso, a empresa começou a construir um novo admin, e eu rapidamente entrei no projeto, pois sempre quis melhorar a qualidade do nosso sistema de admin do ponto de vista do design e front-end.

Mais uma vez: ninguém me disse para fazer isso. Só dependia de mim dizer: “Estou dentro!” Tomar a iniciativa me fez chegar ao cargo que ocupo hoje, gerenciando um squad responsável pela plataforma do admin da VTEX, fornecendo ferramentas para os módulos e supervisionando sua segurança/observabilidade.

Pouco depois de entregarmos a primeira iteração do plano de carreira da engenharia, a VTEX passou a fazer o mesmo para os Gerentes de Engenharia, e eu também me juntei a esse projeto. Não levamos nem metade do tempo que dedicamos à primeira experiência e, durante a execução, já tínhamos uma ideia melhor sobre o caminho que todos os gerentes de engenharia precisam percorrer ao buscar o crescimento.

Ponto-chave: crie as suas oportunidades

Com o passar dos anos, percebi um fator importante que me permitiu estar na posição em que me encontro hoje, com caminhos claros de crescimento à minha frente: aprender sobre coisas que não estão diretamente relacionadas ao meu trabalho. Essas novas habilidades me ajudaram a adquirir as competências necessárias para poder ajudar outros a prosperar.

Não aponte o dedo dizendo que a culpa é de outra pessoa. Em vez disso, enfrente os problemas existentes, assuma a liderança e ajude a resolvê-los. Também é importante deixar que os outros percebam que podem fazer o mesmo. Peça ajuda e orientação, reconheça quando não sabe alguma coisa e aprenda coisas novas com frequência.

Como começar

Para os engenheiros que me perguntam como podem crescer e melhorar, eu conto praticamente a mesma história que acabei de escrever, mas em uma versão mais curta:

  • Encontre algo pelo qual você seja apaixonado, algo que o motive – seja desempenho, segurança, testes, acessibilidade, ou qualquer outra área;
  • Comece pequeno para causar impacto rapidamente e ganhar confiança; 
  • Compartilhe o seu progresso com o seu squad, depois com a sua equipe ou chapter. Faça apresentações frequentes sobre esse assunto;
  • Por que não começar contribuindo para a comunidade? Você pode fazer isso escrevendo um blog, fazendo posts no LinkedIn, dando palestras ou promovendo encontros internos etc. Escolha o formato com o qual se sente mais confortável e comece a compartilhar!
  • Esteja sempre atento a quais aspectos da sua vida você quer desenvolver a curto e médio prazo e não os perca de vista. Quem sabe para onde eles podem te levar?

Se você está procurando uma empresa que promova a autonomia e valorize as pessoas que tomam a iniciativa de melhorar as coisas, você precisa conhecer a VTEX. Dê uma olhada na nossa página de carreiras para Engenheiros e trabalhe em uma empresa que entende que o crescimento real só acontece quando todos podem fazer parte dele.

Continue lendo: artigos relacionados
Gestão

Os desafios da tributação do ecommerce B2B

Quando as empresas se deparam com os desafios da tributação para comércio digital no Brasil, o primeiro obstáculo…

Elias Moura
Elias Moura
Institucional

VTEX é nomeada visionária no 2021 Gartner® Magic Quadrant™ for Digital Commerce

Estamos muito felizes em anunciar que a VTEX, a plataforma de comércio digital para grandes empresas, foi nomeada…

Robert Poratti
Robert Poratti
Gestão

Diversidade e inovação: como um ambiente de trabalho diversificado nos leva ao nosso futuro desejado

A palavra “diversidade” tem um significado simples: “a condição de ter ou ser composto de diferentes elementos“. Somos…

Ana Carolina Mello & Thayane Massopust
Ana Carolina Mello & Thayane Massopust
Estratégia

Entenda como o mercado B2B abraçou a digitalização e o modelo omnichannel

Grandes marcas B2B, no Brasil e no exterior, entenderam os desafios da digitalização e investem cada vez mais…

Elias Moura
Elias Moura
Gestão

Como criar uma boa experiência de entrega e fidelizar o cliente

Criar uma boa experiência de entrega pode fidelizar um cliente? Com toda certeza. Essa fase do processo de…

Patrick Rocha
Patrick Rocha
Institucional

IPO da VTEX: uma carta dos nossos fundadores

A VTEX é agora uma empresa listada na NYSE. Mas o que isso significa? Nosso IPO é um…

Mariano & Geraldo
Mariano & Geraldo
Gestão

5 maneiras de aumentar a agilidade dos negócios

Para as empresas de ecommerce, 2020 foi um ano desafiador, mas promissor. Todos os países e a maioria…

Allan Chung
Allan Chung
Culture

Como a VTEX me ajudou a superar novos desafios, evoluir profissionalmente e ficar mais perto do mar

A Product Manager Alice Sabino conta como trabalhar no escritório de João Pessoa da VTEX, na Paraíba, permitiu…

Alice Sabino
Alice Sabino
Institutional

Quando a vulnerabilidade se faz potência

Há 6 meses estava escolhendo trocar completamente o rumo da minha carreira,  embarcando na jornada do ecommerce ao…

Paulo Henrique Liberato
Paulo Henrique Liberato
Veja Mais
Registro feito com sucesso