Quanto você deve investir no seu e-commerce?

Avatar
VTEX
9 jan 2020

A definição do orçamento de sua plataforma de e-commerce vai muito além dos custos diretos; veja o que você precisa levar em conta

 

Empresas de todos os segmentos, de qualquer porte, em algum momento se deparam com a necessidade de investir em uma plataforma de e-commerce. Seja para iniciar sua operação online ou para migrar para uma plataforma mais robusta, esse é sempre um momento crítico: com frequência, os custos ficam acima das expectativas e o escopo técnico não atende às necessidades sempre crescentes da operação.

Outro caso frequente é colocar o carro na frente dos bois, definindo a plataforma de e-commerce e então tentando fazê-la se adequar às necessidades da empresa. Por mais importante que seja a tecnologia, ela deve ser um meio de impulsionar a estratégia do negócio, em vez de restringi-la.

Assim, a nova plataforma precisa oferecer um diferencial competitivo relevante para a empresa, aumentar a rentabilidade do negócio e entregar uma melhor experiência omnichannel para os clientes. Entre os pontos de atenção aos quais é preciso estar atento, um se destaca: o orçamento da implantação.

 

O custo do e-commerce vai muito além da plataforma

Ao falar da plataforma de e-commerce, não caia no erro de acreditar que o único custo envolvido é o do sistema adquirido. Muitos outros fatores precisam entrar nessa conta e podem até mesmo mudar a plataforma escolhida. Entre esses fatores estão:

 

A organização dos dados da empresa

Por melhor que seja a plataforma de e-commerce, ela não funciona sem dados confiáveis. Por isso, é preciso verificar o alinhamento entre os dados que a empresa possui e aqueles necessários para que a plataforma funcione corretamente e gere todo o valor para o negócio. Quanto tempo, dinheiro e recursos precisarão ser aplicados para realizar essa organização dos dados?

Qual o tamanho da equipe?

A alocação de profissionais também é um custo a ser considerado não apenas na implementação, mas também na operação do e-commerce. É preciso colocar o custo das equipes, com tudo o que envolve: salários, horas extras, tributações, direitos trabalhistas.

Adequação aos padrões de segurança e privacidade

O custo potencial dos riscos de segurança causados por uma plataforma desatualizada precisa entrar na conta. Da mesma forma, toda despesa (presente e futura) causada pela necessidade de adequação da plataforma aos padrões de segurança e privacidade precisa ser somada aos custos de implementação e uso da plataforma de e-commerce.

Capex X Opex

Investimentos de capital ou gastos operacionais? A discussão entre Capex e Opex define se os gastos serão feitos na aquisição de bens ou em despesas recorrentes para manter atualizada a operação do e-commerce. Os investimentos em Opex podem ser uma boa ideia para seu e-commerce, uma vez que há inúmeros benefícios no outsourcing de atividades de negócio. Terceirizar tem se tornado uma solução inteligente para reduzir custos e aumentar a produtividade, por algumas razões:

 

  • Despesas operacionais (Opex) são 100% dedutíveis no ano em que são realizadas, enquanto despesas de capital (Capex) são amortizadas em três a cinco anos;
  • Investimento em Opex não descapitaliza a empresa, pois não incorre em custos massivos para a compra de equipamentos;
  • O investimento em Opex aumenta a flexibilidade da empresa, que melhora seu fluxo de caixa;
  • Serviços contratados em regime de Opex, como armazenamento em nuvem, agregam outros recursos, como a atualização dos sistemas, que, quando contratados como Capex, geram custos extras para a empresa;
  • Ao adquirir soluções como serviços, a infraestrutura pode ser ampliada conforme a necessidade da empresa, evitando a compra de capacidade ociosa. Isso significa um uso mais inteligente dos recursos financeiros.

 

Definir o orçamento de sua nova plataforma de e-commerce vai muito além dos custos direto de operação do negócio. É preciso ter visão estratégica para optar por uma plataforma que ofereça vantagens competitivas, dê flexibilidade para a evolução dos negócios e tenha custos fixos menores, para que a empresa possa crescer mais rapidamente.