Tecnologia

Composable Commerce: a nova era da transformação digital

Sorana Gheorghiade
Sorana Gheorghiade October 20, 2020
Composable Commerce: a nova era da transformação digital

O Composable Commerce é o mais novo e mais forte participante no jogo da transformação digital. Cada negócio on-line é único e há uma grande quantidade de fatores que determinam o seu sucesso. Para acompanhar o ritmo das mudanças na demanda dos consumidores, mais cedo ou mais tarde as organizações serão obrigadas a avançar em direção ao Composable Commerce. O termo foi adotado pela Gartner em referência a uma nova abordagem que consiste em combinar diferentes sistemas para ajudar negócios a atender às necessidades dos clientes com rapidez e flexibilidade sem precedentes. Encontrar um equilíbrio entre esses dois aspectos é fundamental para preparar as empresas para o futuro e melhorar a experiência do comércio digital. 

“Fornecer flexibilidade em uma plataforma pode conflitar com um rápido lançamento no mercado, e é necessário alcançar um equilíbrio ideal entre ambos para se ter sucesso”. 

– Gartner: o Composable Commerce deve ser adotado para o futuro das aplicações, Junho 2020

Além do básico

O Composable Commerce é a abordagem moderna que permite a uma empresa selecionar e montar várias soluções de comércio e utilizá-las para satisfazer exigências comerciais específicas. Ao combinar a VTEX Commerce Cloud com o VTEX IO, os clientes podem ter tanto um CMS composable para construir suas experiências como uma plataforma de desenvolvimento low-code para integrar outras fontes de dados. Esta última se apresenta na forma de Packaged Business Capabilities (PBC), funcionalidades que permitem criar, construir e implementar novas aplicações com agilidade e flexibilidade.

Uma boa maneira de ilustrar o que é o Composable Commerce e o que ele faz pelo seu negócio é pensar no consumo diário de vitaminas e nutrientes. Imagine que todas as manhãs você toma multivitamínicos para o seu metabolismo: cálcio, magnésio, ômega 3, etc. Depois de um tempo, você sente que isso não é suficiente e começa a tomar ferro e vitamina C para os ossos e articulações, lecitina para a memória, e outros suplementos para ajudá-lo mais especificamente, além dos multivitamínicos básicos. Pouco tempo depois, você vê uma melhora. 

É exatamente assim que o Composable Commerce funciona para o seu negócio: ele não se contenta com as capacidades básicas que a sua plataforma tem a oferecer. Em vez disso, ele permite que você opte pelas melhores soluções externas. Tudo se resume à combinação de conteúdo, serviços e dados, sobre um poderoso motor, para construir experiências relevantes. Assim, além de integrações e orquestração de API, o que a VTEX realmente oferece são as ferramentas adequadas para criar e implementar perfeitamente experiências únicas, compostas para atender às suas necessidades comerciais mais específicas.

Infinitas possibilidades

O comércio headless é um conceito simples que surgiu há uma década, mas que ainda está em desenvolvimento. Ele fornece um pacote de serviços independentes, delineando uma plataforma baseada em API, na qual os clientes podem expandir um software com mais facilidade e adaptá-lo às suas necessidades. As possibilidades são infinitas. O front-end e o back-end podem ser usados separadamente pelo desenvolvedor, e as equipes comerciais e de marketing podem concentrar sua atenção no consumidor final, criando um ambiente web perfeito orientado para o consumo. 

O Composable se destaca do Headless pelo uso de diferentes aplicações e serviços para combiná-los em uma experiência coesa. Com o composable SaaS que a VTEX fornece, em vez de criar tudo do zero, os comerciantes podem procurar as melhores opções: partes independentes orientadas para a obtenção de resultados e que são combinadas facilmente com as partes feitas sob medida, para proporcionar uma experiência coesa aos clientes. Ao se tornar uma tendência, o headless abriu o caminho para o composable. Este último é uma abordagem madura para a real necessidade de negócio por trás disso tudo: construir facilmente a experiência unificada e sem atritos que os clientes esperam. Enquanto o headless – a palavra da moda do ano no e-commerce -, ajuda os negócios ao criar uma abordagem centrada na plataforma, o composable concentra-se na experiência do cliente e nos resultados do negócio.

Se eu não for headless, ainda posso compor?

Sim, claro que pode! Se a sua solução não for API-first, isso não significa necessariamente que você não possa ser composable. A VTEX, por exemplo, oferece um CMS independente de seus serviços principais, portanto não importa se os serviços principais do seu negócio estão construídos sobre APIs ou não, a VTEX pode oferecer um CMS composto de qualquer forma, já que é ‘headless’ por definição. O front-end e o back-end são serviços separados, ambos construídos em VTEX IO. Você pode remover o front-end sem perder nenhum valor das funcionalidades do back-end. É simples assim! A VTEX tornou a implementação headless muito mais fácil – você pode escolher as partes da experiência que você mesmo construirá, enquanto usa o seu próprio Store Framework e CMSs para acelerar a implementação para mercadorias. Enquanto “headless” é um termo centrado no provedor, “composable” gravita em torno do cliente, reunindo informações de diferentes fontes e tecnologias para construir o que o mercado demanda.

Eliminando os limites entre conteúdo e comércio

Para as lojas on-line, o composable commerce já está se tornando uma realidade. A VTEX tem uma pluralidade de ferramentas plug-and-play especializadas para diferentes partes da experiência. O VTEX Intelligent Search, por exemplo, é um serviço de busca avançado que utiliza inteligência artificial para entender a intenção do comprador e mostrar resultados de busca mais relevantes. Uma experiência de busca otimizada pode ser crucial no comércio digital. O Grupo Éxito, um grande varejista da Colômbia, observou um aumento de 22,4% na receita total após instalar o VTEX Intelligent Search. 

O Store Framework da VTEX é o primeiro storefront modular com atualização automática do mercado. Nossa experiência em comércio é construída sobre uma tecnologia que o ajudará a adaptar e transformar sua operação rapidamente (time-to-market) e a obter resultados ainda mais rápido, pois utiliza uma infraestrutura de nuvem de última geração e componentes de código reutilizáveis. Com essas capacidades, os desenvolvedores se tornam produtivos em tempo recorde, criam lojas e começam a gerar receita rapidamente.  

Mas esse é apenas o primeiro passo. Além de integrar essas ferramentas especializadas, os comerciantes precisam desenvolver suas aplicações feitas sob medida e combinar todas elas para criar experiências de loja on-line (e-commerce) e interfaces de usuário ao longo de toda a jornada do cliente. Com o VTEX IO, o cliente pode criar uma nova camada sobre a plataforma de e-commerce que ele já possui. Essa nova camada pode orquestrar os dados e as funcionalidades tanto da VTEX quanto de aplicações de terceiros para oferecer experiências contextuais ao longo da jornada do cliente. 

“Usando a abordagem composable em aplicações, as experiências digitais são montadas conforme necessário, dependendo das demandas do cliente e do ponto de contato, e a entrega de um ‘site de e-commerce’ pode ser apenas um desses tipos de experiência. O foco muda para uma visão verdadeiramente centrada no cliente, apoiando as jornadas do cliente conforme necessário, e um único PBC [packaged business capability] pode suportar mais de uma”. 

– Gartner: o Composable Commerce deve ser adotado para o futuro das aplicações, Junho 2020


O Composable é uma boa opção para o seu negócio?

No desafio de criar experiências incríveis e impulsionar operações, os varejistas devem buscar ferramentas que reduzam a complexidade. Tente pensar em todo o ciclo de vida do desenvolvimento e gerenciamento de aplicações. Você precisa de ferramentas para construir aplicações personalizadas capazes de resolver problemas específicos do negócio que não seriam resolvidos por soluções de terceiros. Depois, você teria que integrar as soluções e aplicações externas que possam resolver partes fundamentais da experiência. Gerenciar essas aplicações é um trabalho meticuloso e o caminho do cliente até a compra não deve ser interrompido durante esse processo. 

A transformação digital não é apenas um jogo de flexibilidade. É um jogo de velocidade. As empresas precisam se adaptar e se transformar internamente em um ritmo rápido para que possam validar as suas ideias, testá-las e ver se funcionam. Quando isso não funcionar, elas devem mudar a abordagem, adotar um novo foco e tentar algo diferente. Isso é o principal. A felicidade e o sucesso nesse setor dependem de juntar agilidade e flexibilidade. E é aqui que o composable entra na discussão. 

Continue lendo: artigos relacionados
Tendência

Usedesk, vencedora do VTEX Accelerator, simplifica o serviço de atendimento ao cliente

As operações de ecommerce geralmente pensam que, quando se trata de atendimento ao cliente, é preciso escolher entre…

Lalo Aguilar
Lalo Aguilar
Estratégia

Saiba como foi o VTEX Training Week 2021

O evento de capacitação da VTEX ocorreu de 4 a 8 de outubro e reuniu dezenas de experts…

Elias Moura
Elias Moura
Tecnologia

Como evitar problemas técnicos comuns do ecommerce na Black Friday

Não existe melhor representação do consumismo do que a Black Friday. E diante da mais recente crise de…

Sorana Gheorghiade
Sorana Gheorghiade
Tendência

Quatro varejistas que mostram que o Live Shopping chegou para ficar

O Live Shopping, a experiência de compras online que une transmissão ao vivo com as funcionalidades de uma…

Lalo Aguilar
Lalo Aguilar
Tecnologia

Pagamentos omnichannel: como oferecer a melhor experiência física e digital no seu ecommerce?

Os pagamentos omnichannel consistem na integração de métodos online e offline, condição que dá ao cliente mais opções…

Luciano Santos
Luciano Santos
Gestão

Como fazer dos pagamentos um motor de inovação no ecommerce

Um dos pilares para um ecommerce mais efetivo trata justamente das plataformas de pagamento que permitem uma maior…

Luciano Santos
Luciano Santos
Tecnologia

Boleto parcelado no checkout é forte tendência no ecommerce brasileiro

No processo de decisão de compra, o consumidor leva em consideração diversos fatores. Um dos principais é a…

BoletoFlex
BoletoFlex
Estratégia

Conheça o ecossistema de parceiros da VTEX e como ele possibilita o crescimento global do ecommerce

Já são mais de 20 anos no mercado, milhares de lojas implementadas e um futuro desafiador à frente.…

Bruno Valetta
Bruno Valetta
Institucional

Hiring Coders 2021: 10 mil bolsas de estudos, mais de 170 horas de conteúdos e muitas histórias para compartilhar.

A demanda por pessoas desenvolvedoras de software (devs) capacitadas tem aumentado ano a ano, e a VTEX assumiu…

Luciano Santos
Luciano Santos
Veja Mais
Registro feito com sucesso