Blog VTEX - 7 erros de SEO para e-commerce que você não deve cometer

7 erros de SEO para e-commerce que você não deve cometer

Rafael Campos
Rafael
11 set 2015
Reading Time: 2 min

Que empresa não deseja que o seu site esteja em primeiro lugar no Google, não é mesmo? Mas para aparecer neste seleto grupo não há fórmula secreta – e nem o próprio Google a divulga -, mas sim boas práticas e técnicas de SEO.

Por isso, agora, vamos falar dos erros de SEO mais comuns que você não pode cometer:

  1. Escolher uma plataforma de e-commerce que não tenha recursos para uma boa configuração de SEO ou uma plataforma que não dê liberdade de manipulação dos códigos;
  2. Não usar o Google Webmaster tools – no caso citado da loja que não estava performando, grande parte do problema estava no não acompanhamento de relatórios e informações que são disponibilizados gratuitamente nesta ferramenta;
  3. Duplicar conteúdo e não fazer uso de boas práticas de marketing de conteúdo. Uma das premissas que o Google preza para obter sucesso com SEO é gerar conteúdo de qualidade, sem cópia. O mesmo vale para a escolha das meta tag keywords, ou palavras-chave, muito longas, curtas ou duplicadas. Usar repetição de palavras sem importância gera uma relevância errada. Ex: loja, frete, produto, compre, etc.
  4. Não utilizar URLs de busca amigável ou indexar usando palavras erradas. Por exemplo, diversas lojas possuem em sua estrutura de URL a palavra product antes do nome do produto, ex: loja.com.br/product/livro-de-SEO. Isso faz com que a palavra mais relevante seja, product. Adicionalmente, na home page e em um resultado de busca, onde aparecem diversos produtos com seus respectivos links, haverá centenas de vezes a palavra product no html, aumentando a relevância para essa palavra e não para o nome do produto.
  5. Não usar reviews e comentários, que são fundamentais para gerar conteúdo exclusivo para a loja e os produtos
  6. Não usar imagens e texto ALT, que muitas vezes são boas fontes de tráfego;
  7. Não utilizar categorias e uma arquitetura da informação (UX – user experience) amigável. Sua loja deve ter uma descrição clara e compreensível, pois será mostrada no resultado dos buscadores em geral (Google, Yahoo, Bing, etc). A descrição da categoria (meta tag description) é utilizada como cadastro padrão caso o cadastro dos departamentos/categorias não tenham este campo preenchido. Trata-se de um cadastro de segurança, caso alguma categoria específica não tenha esta informação.