Gestão

Como implementar projetos de maneira remota e rápida?

Lorren Klinke
Lorren Klinke April 6, 2020
Como implementar projetos de maneira remota e rápida?

Primeiro webinar do VTEX Masterclass mostra a importância do desenvolvimento ágil de projetos para acelerar seu e-commerce em tempos de Covid-19

 

Nesses dias turbulentos de coronavírus, muitos varejistas se depararam com a necessidade de desenvolver rapidamente seus projetos de e-commerce, praticamente da noite para o dia, para continuar a operar. Em setores considerados não-essenciais (basicamente tudo o que não seja supermercados, pet shops ou farmácias), ter uma atuação digital passou a ser questão de sobrevivência.

Nesse processo de priorizar o digital para garantir a continuidade dos negócios, menos é mais. “Em um primeiro momento, é preciso colocar a operação online no ar com baixo custo, de maneira simples, e ir aperfeiçoando a partir daí”, recomenda Pablo Ribeiro, CEO da agência Digital M3. “Temos muitos projetos que mostram que, com os processos e o mindset corretos, isso é possível”, complementa Luiz Paulo Ribeiro, Sales Director da VTEX.

A VTEX promoveu, em parceria com a agência M3, um webinar sobre a implementação de projetos de maneira remota e rápida. No webinar, os executivos das empresas falaram sobre os pontos de atenção em um projeto de implementação rápida, a importância de fazer corretamente um produto mínimo viável (MVP) e como alinhar toda a equipe para fazer o desenvolvimento ou a migração de um e-commerce em questão de dias.

Confira os principais pontos do webinar:

 

Desenvolva seu MVP

Para implementar projetos rapidamente, o melhor caminho é desenvolver o Produto Mínimo Viável (MVP, na sigla em inglês), que é a versão simplificada de um produto final. “O MVP é uma forma de realizar algo de maneira ágil, sem preocupação em ser perfeito”, comenta Pablo Ribeiro. “O MVP permite que a empresa faça testes e experimente antes de escalar a operação. Isso reduz o tempo de produção, diminui a complexidade e faz com que os custos sejam menores”, afirma.

Para criar um bom MVP, é preciso listar os recursos que são realmente imprescindíveis no projeto. “Um MVP tem o básico do básico, e nada mais. Ele precisa ser entendido como o primeiro passo de uma evolução, e não como o produto final”, recomenda o CEO da M3. “É melhor colocar no ar uma loja funcional, ainda que simples, e ir aperfeiçoando, em vez de gastar muito tempo para construir a loja perfeita”, acrescenta.

 

O poder do trabalho em equipe

Trabalhar com um MVP é um pouco como desenvolver uma startup: é preciso ser ágil, atuar em equipe e ser versátil. Ao mesmo tempo, é preciso definir muito bem as tarefas e os processos, para que seja possível colocar uma loja online no ar em pouquíssimo tempo. “Ainda mais nesses tempos de Covid-19, é preciso ter muita agilidade. O interessante deste momento é que ele está eliminando burocracias e permitindo resolver problemas muito mais rapidamente”, analisa Luiz Paulo Ribeiro.

Nesse processo ágil, é essencial aproveitar o conhecimento de cada um, criando equipes multidisciplinares para que o resultado final aconteça mais rápido. “Ter pessoas diferentes também ajuda a entender os gaps já no kickoff, o que permite dimensionar melhor o trabalho que precisa ser feito e atacar logo de cara as principais dificuldades”, comenta Pablo. “Não importa se os papeis são da VTEX, da agência ou do lojista, o mais importante é todo mundo atuar em conjunto para chegar ao resultado”, completa.

 

Defina os KPIs dos projetos

Em um projeto ágil, é preciso definir logo de saída quais são os indicadores-chave de desempenho (KPIs), pois eles é que nortearão o sucesso do projeto. “Os KPIs fazem com que todo mundo possa acompanhar a evolução e saber o que falta fazer”, diz Pablo. A partir dos KPIs, se definem os processos de trabalho e a divisão de tarefas no projeto.

 

Melhore sempre

Desenvolver um MVP faz com que seja possível criar dados de melhorias, levando a informações para escalar o projeto. “Saber, por exemplo, quais as localidades que mais acessam o site e quais os tipos de produtos mais buscados, gera insights importantes para entregar, desde o início, um projeto que gere mais valor para o cliente”, explica Pablo. “Não adianta lançar a loja em cinco dias se ela não atende à necessidade do varejista e do cliente. Ela precisa estar funcionando corretamente e agregando ao negócio da empresa”, completa.

 

Confira a íntegra do webinar aqui e saiba como implementar projetos de e-commerce de maneira remota e com grande rapidez.

 

Em tempos de avalanche de informações, misturada a um cenário e contexto inéditos, a VTEX elaborou uma série de conteúdos didáticos e direcionados para ajudar você a navegar em meio ao atual momento do mercado. A série VTEX Masterclass terá mais de 30 webinars ao longo do ano, para que você possa obter, em primeira mão, insights e conteúdos relevantes para direcionar o seu negócio rumo à era digital.

Embarque nessa jornada definitiva rumo à transformação digital.

 

Continue lendo: artigos relacionados
Estratégia

PIX: qual a importância da funcionalidade no mercado e na análise ESHOPPER

Seu ecommerce já possui Pix? Confira as principais recomendações da ESHOPPER sobre o assunto. Se você é um…

ESHOPPER
ESHOPPER
Operações

Quais são as principais funcionalidades de marketplace para se buscar?

Se há um aprendizado que os varejistas podem tirar de 2020 e 2021 é que o cenário do…

Gabriela Porto
Gabriela Porto
Gestão

A importância de ter uma Política de Privacidade para seu ecommerce

Hoje em dia discute-se muito sobre privacidade e leis de proteção de dados pessoais, mas como isso se…

Helena Frias & Renan Sancho
Helena Frias & Renan Sancho
Gestão

Engineering Manager: como vim parar aqui?

Ana Luiza Gomes conta como trabalhar na VTEX contribui para sua formação como gestora de equipes Programar ou…

Ana Luiza Motta
Ana Luiza Motta
Gestão

Como dashboards e relatórios podem ajudar as suas vendas?

Quando falamos de ecommerce a primeira coisa que vem à cabeça são vendas, vendas e mais vendas, certo?…

Meest
Meest
Histórias de Clientes

Swift e os desafios omnichannel no segmento de ultracongelados

A Swift é pioneira em criar processos de qualidade para o ultracongelamento de alimentos perecíveis e ainda estimula…

Elias Moura
Elias Moura
Operações

Por que DTC significa mais do que direct-to-consumer

Quando se trata de nomear o modelo de negócios direct-to-consumer, é comum usar dois acrônimos: DTC ou D2C.…

Júlia Miozzo
Júlia Miozzo
Estrategia

Acelerando os resultados da Black Friday com o Pix

O novo meio de pagamento que chegou para ficar  O Pix, novo meio de pagamento instantâneo, entrou em…

Luciano Santos
Luciano Santos
Gestão

Como fazer dos pagamentos um motor de inovação no ecommerce

Um dos pilares para um ecommerce mais efetivo trata justamente das plataformas de pagamento que permitem uma maior…

Luciano Santos
Luciano Santos
Veja Mais
Registro feito com sucesso