Integração: a “cola” que garante a operação do varejo

Avatar
VTEX
4 jul 2019
Integração: a “cola” que garante a operação do varejo
Reading Time: 3 min

Seja para preparar a empresa para novos negócios, seja para preservar legados, desafios da integração de sistemas só crescem

 

As vendas globais via e-commerce devem chegar a US$ 4 trilhões já no ano que vem, o equivalente a 14,6% de todas as vendas do varejo mundial. Em expansão acelerada, o varejo online demanda cada vez mais atenção e investimentos das empresas e se torna mais e mais complexo. É preciso integrar negócios online e offline, administrar questões como a segurança dos dados, a multiplicidade de meios de pagamento, a integração com fornecedores e a consistência das operações em diferentes plataformas tecnológicas.

Mesmo com a adoção de plataformas em nuvem, a questão da integração com sistemas legados continua sendo relevante. Outra questão importante é como preparar a empresa para novos negócios e necessidades tecnológicas que hoje são desconhecidos. É preciso ter um olhar atento às integrações de sistemas e desenvolvimento de APIs para economizar tempo, reduzir custos, aumentar a produtividade do negócio e melhorar a experiência de compra para o cliente.

 

O papel da integração na transformação digital

Um tema cada vez mais importante nas discussões estratégicas e nos orçamentos de TI é a transformação digital das empresas. E é impossível realizar a transformação digital sem integrações que eliminem a necessidade de inserir a mesma informação em vários sistemas individualmente. Em vez disso, o fluir livre e automático dos dados em vários sistemas acelera processos e libera a empresa para explorar novas ideias, soluções e modelos de negócios.

Estes são alguns aspectos da integração, relacionados ao desenvolvimento de novas tecnologias, aos quais todo varejista deveria estar atento:

 

O mundo dos chatbots

Chatbots e outros tipos de assistentes virtuais ganharam muito espaço no último ano como interface com os clientes. O uso desse tipo de tecnologia faz com que os atendentes humanos sejam acessados somente depois que as dúvidas mais frequentes e os casos mais simples são resolvidos pela tecnologia. A integração do chatbot aos bancos de dados dos clientes (para acesso aos dados dos consumidores e registro de cada interação) é essencial para que as áreas possam ter mais informações para solucionar os problemas e para que inteligência seja usada para gerar insights e prever problemas operacionais.

 

APIs para negócios B2B

Plataformas B2B com uso intensivo de integrações por meio de APIs vão facilitar o desenvolvimento de uma cadeia de suprimentos mais fluida, que gere mais eficiência e produtividade para todos os players envolvidos. Especialmente em setores como saúde e varejo, em que o tempo é um fator essencial para o sucesso dos negócios, esse tipo de integração ganhará espaço.

Inteligência Artificial e machine learning

Projetos de integração costumam ser complexos e demandam tempo. O uso de sistemas de Inteligência Artificial e machine learning permitirá a construção de robôs de mapeamento dos projetos, facilitando o entendimento da arquitetura e reduzindo os custos das integrações.

 

Internet das Coisas (IoT) e cloud

O crescimento do número de dispositivos de Internet das Coisas exige que eles também sejam integrados aos sistemas corporativos. Seja um sensor em uma geladeira para evitar que o produto passe do vencimento, seja uma peça de roupa que automaticamente avisa que está fora do lugar na loja, existem inúmeras aplicações para a IoT no ambiente de varejo. Os ganhos de velocidade, precisão dos níveis de estoque e acionamento automático de promoções só são possíveis a partir do momento em que os dispositivos IoT estão integrados aos sistemas corporativos, com visibilidade 24/7 e segurança total. É onde entra a tecnologia cloud, permitindo flexibilidade no uso desse tipo de dispositivo de acordo com a necessidade do varejista.

 

A integração dos sistemas é a costura silenciosa que permite ao varejo operar com máxima eficiência. Com a complexidade do mercado, ter uma boa governança das integrações de TI é essencial para garantir a integridade dos negócios e a velocidade da entrega de soluções aos clientes.