Como ter agilidade e flexibilidade em seu e-commerce

Avatar
VTEX
27 mar 2019
woman
Reading Time: 3 min

Uso de APIs permite que a plataforma de e-commerce da empresa se adapte rapidamente a novas demandas dos consumidores

 

As áreas de TI das empresas estão assumindo funções cada vez mais estratégicas e menos operacionais. Acelerar esse processo depende, em grande parte, de repensar a estrutura, a forma de trabalho e as soluções utilizadas para garantir o desenvolvimento dos negócios. O uso de APIs é uma maneira de reduzir a complexidade do ambiente de TI e dar agilidade e flexibilidade para que a empresa consiga se adaptar às mudanças do mercado.

Em segmentos de grande complexidade e alta competição, como é o caso do varejo online, desenvolver internamente todas as soluções é uma forma segura de ficar para trás na disputa pelos clientes. Isso dá mais valor a recursos que possam ser plugados aos sistemas e rapidamente tragam novas funcionalidades ao e-commerce. É o que acontece com as APIs: o uso de recursos de geolocalização, por exemplo, permite que clientes encontrem rapidamente a loja física mais próxima. E é muito mais simples adotar a API do Google Maps do que desenvolver sozinho toda essa infraestrutura. O mesmo para meios de pagamento, cálculo do frete dos Correios, conexão a redes sociais e disponibilização do sortimento em marketplaces.

 

APIs no e-commerce

Ao usar APIs para integrar serviços de terceiros, ganha-se agilidade e reduz-se o tempo de desenvolvimento de produtos, diminuindo custos. A ideia é que as empresas, em vez de redescobrir caminhos e reinventar soluções e processos, adotem as melhores práticas do mercado e acelerem sua evolução. Considerando que o varejo está em contato direto com o consumidor e, por isso, precisa se adaptar rapidamente às mudanças de comportamento do público, o setor precisa ter agilidade para incorporar novas tendências de mercado e explorar novos recursos.

É o que acontece na VTEX, que desenvolveu sua plataforma com uma série de APIs abertas, permitindo que lojistas e parceiros realizem integrações altamente customizáveis de acordo com suas necessidades de negócios. Isso permite que as empresas tenham flexibilidade para buscar novos caminhos e utilizem a plataforma para alavancar seus negócios.

Confira alguns exemplos de como o uso de APIs pode acelerar o desenvolvimento do seu e-commerce:

 

Meios de pagamento

APIs permitem incorporar meios de pagamento mais rapidamente ao e-commerce. Isso facilita a realização de testes (será que adotar o adquirente A em vez do B trará mais resultado?) e reduz os investimentos necessários para incorporar recursos que ainda não foram “adotados” pelo mercado (como criptomoedas ou QR Codes).

 

Automatização de processos

Com frequência, a relação entre parceiros de negócios conta com “regras de trabalho”: procedimentos e parâmetros de atuação que não dependem de decisões estratégicas e apenas operacionalizam decisões tomadas anteriormente. Nesses casos, o uso de APIs acelera o setup da parceria, permitindo que os parceiros comecem a fazer negócios e gerar resultados mais rapidamente.

 

Liberação de recursos

O uso de APIs desenvolvidas por terceiros libera a equipe de TI do varejista para lidar com questões mais estratégicas para o presente e o futuro do negócio. Com isso, as APIs agregam valor à operação do varejo e permitem que os profissionais de TI se destaquem por seu conhecimento estratégico do negócio, assumindo um papel mais relevante para o aumento das vendas.

Uma abordagem “API first”

As facilidades de uso e a ampla aplicabilidade das APIs na integração do e-commerce com seus parceiros de negócios têm criado um ambiente propício ao desenvolvimento de uma estratégia de TI baseada nas APIs, que assumem o papel de protagonistas. Nessa estratégia, os principais varejistas online brasileiros têm desenvolvido seus canais digitais de vendas por meio de APIs, desenvolvendo os recursos de integração antes mesmo de definirem aplicações específicas. A ideia é desenvolver os grandes “blocos de Lego” e adaptar as funcionalidades a esses blocos, reduzindo o uso de recursos e o tempo de desenvolvimento das aplicações. Essa abordagem também garante mais versatilidade das operações.

O uso de APIs pelo varejo tende a se acentuar, por causa da necessidade de inovar constantemente e de estar preparado para lidar com um ambiente de grande incerteza. Novas tecnologias vêm sendo desenvolvidas em todo o mundo e é preciso priorizar os investimentos. O uso de APIs ajuda nesse processo e garante que as equipes estarão aptas a lidar com o que for mais relevante para o crescimento da empresa.