Gestão

Diversidade e inovação: como um ambiente de trabalho diversificado nos leva ao nosso futuro desejado

Ana Carolina Mello & Thayane Massopust
Ana Carolina Mello & Thayane Massopust September 2, 2021
Diversidade e inovação: como um ambiente de trabalho diversificado nos leva ao nosso futuro desejado

A palavra “diversidade” tem um significado simples: “a condição de ter ou ser composto de diferentes elementos“. Somos todos diversos; temos diferentes origens, histórias e trajetórias que nos trouxeram onde estamos hoje.

Entretanto, quando aplicamos este conceito simples em nossas relações sociais cotidianas – incluindo o ambiente de trabalho – começamos a entender que a diversidade vai além de simplesmente ter personalidades diferentes, e que se trata de reconhecer aqueles que não estão ao nosso redor em nossa vida pessoal e profissional e o porquê.

Alguns elementos podem ser adicionados aos cálculos de diversidade: raça/etnia, identidade de gênero, habilidade, orientação sexual e classe social. Estas não são categorias arbitrárias, elas retratam realidades sociais.

Olhe para o seu entorno e perceba quantas pessoas brancas, cisgêneras, homens, sem deficiência , heterossexuais e privilegiados de classe existem. Apesar de ser uma categoria específica de pessoas, elas são a maioria na maior parte dos locais de trabalho, mas não em nossa sociedade.

Embora competência e talento não estejam exatamente ligados à sua aparência, de onde você vem e sua vida pessoal, parece que as pessoas que não atendem à maioria desses requisitos são sistematicamente excluídas de alguns lugares e postos de trabalho.

As taxas de contratação de mulheres são 27% mais baixas do que as dos homens. Os homens negros que vivem na pobreza representam 22,8% do total, enquanto esta porcentagem é de 26,7% para as mulheres negras. Os negros também são mais propensos a sofrer discriminação e serem estereotipados no local de trabalho. As condições de emprego das pessoas com deficiência são comparativamente piores. E por que 61% das pessoas LGBTQIA+ no Brasil não se sentem seguras para se expressar no ambiente de trabalho?

Estes são fatos sociais que nos ajudam a entender que talvez a diversidade precise considerar as vozes que estão sendo ouvidas atualmente. Os dados nos mostram que não é uma questão de falta de competência, mas sim uma questão de falta de oportunidade.

Agora, você pode imaginar quantos talentos surpreendentes estamos perdendo por causa das desigualdades sociais que os impedem de ter acesso a esses lugares? Como podemos entrar em ação e mudar este cenário? E como isso nos levará ao nosso futuro desejado, de muitas maneiras diferentes?

A educação é o nosso instrumento de impacto social

Como queremos um futuro diversificado e poderoso, a melhor maneira de alcançá-lo não é apenas contratando, mas trazendo essas discussões para a VTEX de uma maneira que todos nós aprendamos sobre assuntos importantes que conscientizam toda a empresa. Ao fazer isso, estamos dando às pessoas uma ferramenta para fazer a diferença no ambiente em que estão inseridas.

Ao entendermos que a educação tem o poder de emancipar, decidimos fomentar o debate sobre diversidade e inclusão, e as iniciativas poderiam surgir a partir de um crescente conhecimento sobre o papel de cada um em relação a ela.

Mas como sabemos se a nossa equipe é diversa?

É tão simples quanto olhar ao nosso redor e perguntar: nossos colegas se parecem uns com os outros, vêm de universidades semelhantes e têm origens sociais e familiares parecidas? Se a resposta for “sim”, isso significa que é hora de pensar na diversidade.

Assim, os VTEXers desenvolveram o Comitê de Diversidade e Grupos de Afinidade, espaços seguros para levar o tema para a discussão e agir. Quem seria melhor para discutir a diversidade e a inclusão na VTEX do que os próprios VTEXers?

Embora o time VTEX seja extremamente engajado com o assunto, sabemos que ajuda experiente é valiosa, então fizemos uma parceria com a Mais Diversidade para nos ajudar a liderar este caminho.

Hoje, nos concentramos em 4 pilares principais de diversidade: LGBTQIA+; Raça, etnia e cultura; Igualdade de gênero e também questões locais. Sabemos que a diversidade é uma questão global, mas com desafios locais, e incorporamos isso em nossa estratégia. Portanto, neste momento, como nossos grupos de afinidade seguem esses 4 pilares, o assunto discutido para o Brasil diz respeito às Pessoas Com Deficiência.

Outro importante passo foi compreender que a desigualdade é um grande problema social e que pode impedir que muitos funcionários em potencial abracem nossas oportunidades de trabalho.

É por isso que projetos como o Women in Digital, Transformar CX e Black Tech Writer são criados. Projetos que incentivam grupos sub-representados a se enxergarem no mundo da tecnologia, tornando-se especialistas em comércio digital e aprendendo com uma empresa de tecnologia.

Também sabemos que precisamos nos manifestar em voz alta para alcançarmos as pessoas certas que irão construir conosco este futuro desejado. Entendemos como é importante usar nossas vozes e contar nossas histórias, como fizemos na Pride Campaign e continuaremos trazendo estas mensagens extremamente importantes para cada indivíduo que de alguma forma está ligado à nossa empresa.

Todas estas iniciativas e muitas outras que vamos construir assim são o que acreditamos que reforça o nosso compromisso com a diversidade: promover a equidade com nossas próprias mãos a partir da ferramenta mais poderosa: a educação.

A diversidade é uma ferramenta poderosa para a inovação

A inovação surge de “olhar o problema de um ângulo diferente”, como diz Simon Sinek. O olhar de diferentes ângulos é impulsionado quando se tem uma equipe de pessoas de diferentes origens, perspectivas de vida e com diferentes necessidades.

Sem dúvida, qualquer grupo de pessoas pode ter ideias inovadoras incríveis baseadas em conhecimento e experiências profissionais, mas também é verdade que as soluções provavelmente virão de interpretações individuais semelhantes dos desafios.

Ser uma empresa de tecnologia já nos leva a um lugar onde tudo o que fazemos está focado na inovação, não só no nosso produto, mas também na nossa perspectiva sobre o que é um ambiente diversificado.

Oferecer um ambiente desafiador, porém seguro e diversificado, é dar aos nossos colegas de trabalho a liberdade de ser quem são e de criar com seus próprios pontos de vista, sentindo-os totalmente autônomos para fazer o que é melhor para a empresa e para o nosso compromisso com a diversidade e inclusão. Esta liberdade, autonomia e criatividade nos dão insights a partir de muitas perspectivas e a chance de pensarmos de diferentes formas e sermos inovadores.

Há inúmeros dados que comprovam como a diversidade pode aumentar o lucro, fortalecer a equipe e aumentar a participação da inovação na receita de uma empresa. Mas, sobre este ponto, muitos de nós já sabemos. O que é importante entender é que a diversidade demográfica por si só não produz estes números de forma mágica, eles são realmente criados pelas pessoas, e para que nossos colaboradores prosperem, devemos garantir que eles tenham a sensação de que pertencem àquele lugar. Como Robin J. Ely e David A. Thomas sabiamente colocaram em seu artigo da Harvard Business Review, “Aumentar a diversidade não aumenta, por si só, a eficácia; o que importa é como uma empresa aproveita a diversidade, e se está disposta a reformular sua estrutura de poder”.

Uma vez que nós, como empresa, fizemos a revisão da nossa estrutura de poder e reconhecemos diferentes abordagens que poderiam nos levar ao futuro desejado, começamos a agir em prol desta questão. Sem dúvida, investir em nossos futuros talentos, fomentar o sentimento de pertencimento e assegurar seu protagonismo são grandes passos para promover a inclusão e, consequentemente, inovar.

Continue lendo: artigos relacionados
Gestão

Os desafios da tributação do ecommerce B2B

Quando as empresas se deparam com os desafios da tributação para comércio digital no Brasil, o primeiro obstáculo…

Elias Moura
Elias Moura
Institucional

Comunidade: o DNA da VTEX

Não é raro entrar no escritório de uma empresa e ver estampadas em algumas de suas paredes palavras…

João Guilherme
João Guilherme
Institucional

VTEX é nomeada visionária no 2021 Gartner® Magic Quadrant™ for Digital Commerce

Estamos muito felizes em anunciar que a VTEX, a plataforma de comércio digital para grandes empresas, foi nomeada…

Robert Poratti
Robert Poratti
Gestão

Como ser proativo ajudou minha carreira na engenharia a decolar

Fala-se muito que a proatividade é uma característica essencial para uma carreira de sucesso no mundo empresarial. Embora…

Kevin Chevallier
Kevin Chevallier
Estratégia

Entenda como o mercado B2B abraçou a digitalização e o modelo omnichannel

Grandes marcas B2B, no Brasil e no exterior, entenderam os desafios da digitalização e investem cada vez mais…

Elias Moura
Elias Moura
Gestão

Como criar uma boa experiência de entrega e fidelizar o cliente

Criar uma boa experiência de entrega pode fidelizar um cliente? Com toda certeza. Essa fase do processo de…

Patrick Rocha
Patrick Rocha
Institucional

VTEX adquire estúdio de desenvolvimento de produtos digitais e reforça presença no Nordeste

Além da Guava, estúdio de desenvolvimento de software, estamos abrindo nosso primeiro escritório no Recife (PE) Estamos há…

VTEX
VTEX
Institucional

O IDC identifica a VTEX como um dos cinco fornecedores que tiveram o maior impacto no comércio digital em 2020

De acordo com o relatório IDC Worldwide Digital Commerce Applications Market Shares (IDC #US46436521) publicado em junho de…

Robert Poratti
Robert Poratti
Institucional

IPO da VTEX: uma carta dos nossos fundadores

A VTEX é agora uma empresa listada na NYSE. Mas o que isso significa? Nosso IPO é um…

Mariano & Geraldo
Mariano & Geraldo
Veja Mais
Registro feito com sucesso