Estratégia

Migração de plataforma de ecommerce: superando a resistência à mudança

Lalo Aguilar
Lalo Aguilar January 14, 2022
Migração de plataforma de ecommerce: superando a resistência à mudança

As empresas, assim como as pessoas, podem ser relutantes a mudanças. A proposta de superar a incerteza pode ser bastante desgastante para as empresas quando seus resultados estão em jogo. Mudar, no entanto, às vezes é inevitável, e as empresas devem ter as informações necessárias em mãos para realizar as mudanças no momento ideal.

Algumas dessas informações podem parecer óbvias, mas certos aspectos podem não ser tão claros para marcas e varejistas que não passam por um processo de migração de plataforma de ecommerce há muito tempo. Isto pode ser resolvido facilmente entrando em contato com um consultor que mostre à empresa que nem tudo está perdido.

Veja três pontos principais que as empresas podem descobrir ao explorar um projeto de migração de plataforma de ecommerce — e que você pode utilizar como recurso para superar a resistência à mudança.

“Migrar de plataforma é um jeito de preparar a empresa para o futuro”

O principal motivo para migrar de plataforma deve ser a possibilidade do que pode ser obtido da solução tecnológica do novo fornecedor que deseja contratar. No entanto, o maior obstáculo para a maioria dos varejistas online é a duração do processo de migração, que geralmente demora, mas pode ser reduzido se todos os aspectos forem analisados e configurados com antecedência. 

“Quando temos um novo projeto, fazemos a transferência das vendas para um novo parceiro e nossa equipe de Professional Services instala os aplicativos que consideramos que serão necessários. Em termos de branding, tentamos torná-lo o mais próximo possível do que o cliente tem, e então mostramos como funcionaria na VTEX para ele poder decidir o que quer fazer em relação às funcionalidades que precisa incorporar.” 

Michael von Bodungen, Chief Customer Officer na VTEX

Von Bodungen destaca que esta abordagem de fit-gap é melhor que uma abordagem blue-sky, porque, no longo prazo, costuma reduzir o custo total de propriedade, ao mesmo tempo em que permite que você usufrua de mais funcionalidades no futuro. Isto é possível porque as aplicações oferecidas pela VTEX são mantidas pela equipe, de modo que são atualizadas sem a necessidade de envolver a equipe técnica do cliente, economizando tempo e dinheiro.

Manter o projeto simples também pode facilitar os futuros esforços para migrar de plataforma, já que a equipe interna teria que dedicar menos tempo à preparação da migração, em atividades como catalogação de ativos, instalação de filtros e SEO.

“Os clientes não se envolvem o suficiente no processo e normalmente deixam a responsabilidade para o integrador de sistemas ou o arquiteto de soluções, que não entendem do negócio no nível em que eles entendem. Os clientes ficam condicionados a ter uma data específica para o go-live, e quando ele ocorre, deparam-se com um grande projeto diante de si, porque não fizeram o trabalho direito.”

Gwen Bennett, US Customer Success Leader na VTEX

“Há uma oportunidade de reduzir os custos!”

Quando a empresa entende que há benefícios em trabalhar em um framework, ela pode estabelecer prazos e orçamentos mais próximos da realidade. O próximo passo é identificar o custo de permanecer na plataforma de ecommerce atual ou em outros sistemas existentes. 

“Com o passar do tempo, as plataformas são customizadas a ponto de uma mudança quase significar uma migração para se manter atualizado. Esta encruzilhada é o que eu penso que deveria incentivar os clientes a descobrir o quanto mudou desde a sua última migração.”

Gwen Bennett, US Customer Success Leader na VTEX

Benett acredita que as lojas online tendem a escolher entre ser pioneiras ou seguidoras rápidas de tendências. Esta mudança pode afetar a velocidade com que elas procuram migrar de plataforma, mas não muda o fato de que todas eventualmente precisarão fazer isso, especialmente quando acontecer “a próxima grande coisa”, seja oferecer Live Shopping ou diferentes meios de pagamento

“Se alguém acessar seu site de ecommerce para ver um produto e depois retornar ao Google para fazer uma busca e comprar em outro lugar, significa que você não fez mesmo seu trabalho. Você precisa fazer com que esse funil seja o mais rápido e sem fricção possível.” 

Gwen Bennett, US Customer Success Leader na VTEX

“Você já viu os dados?”

Quando se trata de ecommerce — e da maioria das empresas, por sinal — os números dizem tudo. Para ter um argumento convincente para que uma empresa faça uma mudança drástica, é crucial ter dados que reflitam o real impacto do processo de uma migração de plataforma na lucratividade. 

Migrar para uma solução all-in-one que também é composable pode ajudar a reduzir os custos de manutenção, além de acrescentar facilmente novos elementos à experiência do cliente e à experiência do usuário. Isto, por si só, também pode ajudar a manter os clientes satisfeitos e evitar um aumento inesperado nas taxas de rejeição ou uma queda nas taxas de conversão. 

Quanto antes os diretores de nível C entenderem os benefícios de um site de ecommerce passar por uma migração de plataforma — ou os riscos de ficar para trás —, mais rápido as empresas em todo o mundo irão avaliar suas próprias estratégias de ecommerce. A escolha é deles: se adaptar e ganhar ou bobear e dançar.

Continue lendo: artigos relacionados
Estratégia

7 passos simples para garantir uma boa usabilidade de uma loja online

Você conhece a importância da usabilidade de uma loja online? Para destacar a sua loja online dos demais…

ESHOPPER
ESHOPPER
Estratégia

Uma linha do tempo para a implementação do conversational commerce

Os novos hábitos de compra dos consumidores, o boom do comércio social e a tendência voltada para a…

Gabriela Porto
Gabriela Porto
Estratégia

Como otimizar o checkout e aumentar a conversão em sua loja online

As vendas no ecommerce vem experienciando um crescimento considerável nos últimos anos. Segundo a Ebit/Nielsen o Brasil bateu…

Caroline Dias
Caroline Dias
Estratégia

9 principais diferenças entre o ecommerce B2C e B2B

Você já se perguntou como cada modelo de negócio requer uma arquitetura e um conjunto de funcionalidades diferentes?…

Iris Irikura
Iris Irikura
Estratégia

Como crescer a sua estratégia omnichannel com live shopping

Se existe algo que é uma constante no mundo digital e no mundo do ecommerce é a inovação…

Taissa Araujo
Taissa Araujo
Estratégia

Aumente o faturamento da sua loja virtual com entregas cada vez mais rápidas

Descubra como as estratégias logísticas usando dark stores têm garantido entregas em tempo reduzidoe se tornado tendência no…

Rebeca Maffra
Rebeca Maffra
Estratégia

O que uma plataforma de comércio omnichannel pode oferecer aos varejistas?

Ninguém entra no varejo pensando “Vou vender este único produto a este preço e neste canal para sempre”.…

Cody Stapleton
Cody Stapleton
Estratégia

Como integrar o conversational commerce em sua operação omnichannel

Um dos paradigmas das marcas é estar disponível onde quer que os clientes estejam e ser capaz de…

Diana Mourão
Diana Mourão
Estratégia

Conversational commerce: a mais nova tendência digital que está fortalecendo as empresas B2C e B2B

Por trás de qualquer tipo de negócio, há um ser humano. Isso é um fato. Portanto, tanto faz…

Juliana Sánchez
Juliana Sánchez
Veja Mais
Registro feito com sucesso