Tendência

Quatro varejistas que mostram que o Live Shopping chegou para ficar

Lalo Aguilar
Lalo Aguilar October 6, 2021
Quatro varejistas que mostram que o Live Shopping chegou para ficar

O Live Shopping, a experiência de compras online que une transmissão ao vivo com as funcionalidades de uma loja digital, é visto por muitos como a nova tendência que ganhará popularidade no mundo ocidental. O fato é que o Live Shopping não é um sonho para os varejistas pensarem daqui a dez anos, mas uma realidade que já faz parte da estratégia de várias empresas na América Latina. Veja quatro empresas que comprovam o sucesso da estratégia de Live Shopping.

Xiaomi

A Tekmovil é uma transnacional que distribui produtos para várias empresas em 14 países. Uma delas é a Xiaomi, uma fornecedora bem-sucedida de telefones celulares e eletrônicos de consumo que conseguiu se tornar o terceiro maior fabricante de telefones celulares do mundo, e o sexto maior do México, um dos principais mercados para a Tekmovil. 

Em 2021, durante uma celebração anual chamada Mi Fan Festival, a Tekmovil decidiu tornar-se a primeira empresa mexicana a usar o Live Shopping, e iniciou um longo processo de um mês e meio para planejar os detalhes do evento.

O primeiro passo foi decidir as vozes que estariam envolvidas no evento de Live Shopping. A Tekmovil escolheu três “personagens” diferentes: um influenciador tecnológico, um representante oficial da Xiaomi e um usuário Mi Fan que foi selecionado por meio de um concurso entre seus seguidores. 

A Tekmovil enviou um e-mail para todo o seu banco de dados promovendo o evento e planejou uma estratégia de vendas agressiva acionada durante a transmissão. Os descontos ofertados nesta estratégia ajudaram a fechar as vendas de produtos como smartphones e bicicletas elétricas, que têm um preço mais alto do que a maioria das ofertas de compra live shopping. 

Os resultados foram surpreendentes até para a divisão do VTEX Live Shopping: o evento durou 40 minutos e teve um tempo médio de visualização de 17 minutos, muito superior à média da região, que é de 3 minutos. A média das vendas relacionadas ao Live Shopping foi de US$ 287 cada, o que, até hoje, é a média mais alta que a VTEX já viu entre seus parceiros. O evento marcou o dia com as vendas mais altas desde que a Xiaomi começou a operar no México.

BSoul

A BSoul é uma marca chilena de roupas esportivas femininas, que pertence ao Grupo Forus, uma empresa com mais de 21 anos de experiência em varejo da América Latina. Sua história no ecommerce é muito mais jovem, começou em 2013, mas desde então o grupo tem procurado maneiras de aumentar seu alcance. 

A empresa também seguiu a tendência do Live Shopping em agosto do ano passado e recebeu uma enorme resposta do público. A transmissão de 45 minutos da BSoul reuniu 4.000 espectadores e significou um aumento de 197% no faturamento e de 206% nos pedidos. Durante esses minutos, o número de visitas ao site cresceu 226%, enquanto a taxa de conversão aumentou 205%.

“Essas funcionalidades possibilitam novas maneiras de proporcionar experiências diferentes. O ponto de contato direto com os consumidores é algo que não tínhamos antes, e é particularmente isso que procuramos: maneiras diferentes e melhores de compartilhar e interagir com os clientes.”

Juan Cristóbal Donoso, Ecommerce Manager da Focus Chile

Agua Bendita

A Agua Bendita é uma empresa colombiana de moda praia que opera seus canais de ecommerce com a VTEX desde 2019. Ela aumentou as visitas ao site em 200% e as vendas em 120%. 

A empresa se tornou uma lançadora de tendências na Colômbia quando organizou um dos primeiros eventos de Live Shopping no país, em agosto do ano passado. O evento reuniu 1.822 visitantes únicos e resultou em mais de US$ 4.000 em vendas durante sua transmissão, com um valor médio de US$ 120 por compra.

Ele foi organizado como uma forma de promover a coleção 2021, mas também teve impacto na venda de produtos de coleções anteriores, que foram comprados com as peças mais novas.

Grupo Éxito

O Grupo Éxito é um dos maiores varejistas da América do Sul. Na Colômbia, administra as marcas Éxito, Carulla, Super Inter, Surtimax, Surtimayorista e Viva; no Uruguai, o Grupo Disco e o Grupo Devoto; e na Argentina, as marcas Libertad e Paseo. 

A empresa observou um crescimento fenomenal das suas operações de ecommerce nos últimos dois anos, e tomou a decisão consciente de continuar inovando e encontrar novas maneiras de aproveitar o ecommerce, em vez de apenas confiar na conjuntura atual. O Live Shopping foi uma das estratégias rumo à inovação. 

O Grupo Éxito percebeu que o sucesso do Live Shopping não dependia necessariamente de altos custos de produção ou outros grandes investimentos, mas da capacidade de falar com seu público de um jeito envolvente.

“Vimos que não ele era o modelo típico em que se tem um influenciador cinco estrelas, mas apenas pessoas normais, às vezes em um estoque, e elas conseguem apresentar os produtos de um jeito muito legal. Isto nos permitiu quebrar barreiras e perceber que as compras ao vivo são algo que até o próprio fabricante de roupas pode fazer, e a gente tinha que testar.”

Andrés Acosta, Chief of Entrepreneurship Initiatives do Grupo Éxito

Até hoje, a empresa tem realizado eventos de compras ao vivo acessados das salas e até dos quartos das pessoas, e chegou a apresentar uma menina de nove anos para falar sobre brinquedos durante 45 minutos! Isso gerou excelentes números: um público de mais de 5.000 pessoas e uma média de sessão de 17 minutos. Os fluxos de compras gerados com o Live Shopping também renderam cerca de US$ 8.000 em vendas acima da média diária.

O modelo utilizado pelo Grupo Éxito depende da colaboração com outras marcas. Hoje, o varejista aloca com um mês de antecedência todos os horários disponíveis para as compras ao vivo, e seus parceiros incluem empresas de renome mundial, como LG, Oster, Hisense, Remington, Whirlpool e iRobot.

O poder do Live Shopping

O Live Shopping provou que é uma ferramenta capaz de ajudar nas operações de ecommerce, independentemente do tipo de produto vendido. Essa ajuda não depende apenas do volume total de dinheiro investido nas transmissões. Na verdade, o sucesso do Live Shopping está claramente relacionado à capacidade de cada empresa de desenvolver uma estratégia que possa impulsionar o envolvimento entre seus clientes atuais e potenciais, com a oferta de valor agregado e um produto de qualidade.

Até agora, há poucas empresas dispostas a apostar nessa tendência, mas os resultados na América Latina mostram que o Live Shopping pode ser uma ferramenta subutilizada nos países ocidentais, onde há um número expressivo de clientes ansiosos para experimentar “a próxima grande novidade”. As projeções mostram que o Live Shopping vai crescer em popularidade e que, de fato, ele chegou para ficar.

Continue lendo: artigos relacionados
Tendência

A estratégia do Marketplace bancário e a tendência da experiência unificada dos SuperApps

Para além da concessão de empréstimo e venda de seguros, o marketplace bancário funciona como qualquer outro marketplace:…

Camila Isibara
Camila Isibara
Tendência

Usedesk, vencedora do VTEX Accelerator, simplifica o serviço de atendimento ao cliente

As operações de ecommerce geralmente pensam que, quando se trata de atendimento ao cliente, é preciso escolher entre…

Lalo Aguilar
Lalo Aguilar
Estratégia

Saiba como foi o VTEX Training Week 2021

O evento de capacitação da VTEX ocorreu de 4 a 8 de outubro e reuniu dezenas de experts…

Elias Moura
Elias Moura
Tecnologia

Pagamentos omnichannel: como oferecer a melhor experiência física e digital no seu ecommerce?

Os pagamentos omnichannel consistem na integração de métodos online e offline, condição que dá ao cliente mais opções…

Luciano Santos
Luciano Santos
Gestão

Como fazer dos pagamentos um motor de inovação no ecommerce

Um dos pilares para um ecommerce mais efetivo trata justamente das plataformas de pagamento que permitem uma maior…

Luciano Santos
Luciano Santos
Tecnologia

Boleto parcelado no checkout é forte tendência no ecommerce brasileiro

No processo de decisão de compra, o consumidor leva em consideração diversos fatores. Um dos principais é a…

BoletoFlex
BoletoFlex
Tendência

Negócio de dropshipping: o que é isso?

Quando se trata de manter uma operação de ecommerce, vários fatores-chave devem ser levados em consideração, especialmente os…

Gabriela Porto
Gabriela Porto
Tendência

Vencedora do VTEX Accelerator, Photoslurp associa UGC ao ecommerce

As redes sociais transformaram milhões de pessoas em criadores de conteúdo durante a última década. A ascensão dos…

Lalo Aguilar
Lalo Aguilar
Histórias de Clientes

PicPay Store ganha marketplace com tecnologia headless da VTEX

O PicPay investiu na tecnologia pronta e headless da VTEX para, em menos de 5 meses, proporcionar uma…

Elias Moura
Elias Moura
Veja Mais
Registro feito com sucesso