Operações

CAC: a métrica que você não pode deixar de medir

VTEX
VTEX June 19, 2019
CAC: a métrica que você não pode deixar de medir

Reduzir o Custo de Aquisição de Clientes (CAC) é prioridade para quem quer ter um e-commerce saudável. Saiba como fazer

 

Você sabe dizer quanto seu e-commerce gasta para adquirir e manter cada cliente? Sem saber disso, é impossível saber quem são clientes lucrativos e quem não vale o esforço. Uma das principais linhas de custo no e-commerce é o Custo de Aquisição de Clientes (CAC), uma despesa recorrente que, pior ainda, vem crescendo em todos os segmentos de mercado.

Buscar novos clientes é importante, claro. Mas não a qualquer custo. Quando um supermercado online realiza promoções para atrair novos clientes (descontos especiais na primeira compra, por exemplo), ele precisa saber se o custo total dessa ação é compensado pelo aumento de faturamento e de resultados que é gerado.

O Custo de Aquisição de Clientes (CAC) é o preço total que você paga para adquirir um novo cliente. De forma muito simplificada: divida o custo total de marketing para aquisição de clientes pelo número de novos clientes adquiridos. Por exemplo:

 

Investimento de marketing: R$ 100.000,00

Número de novos clientes: 10.000

CAC = 100.000 / 10.000 = R$ 10

 

A pergunta óbvia: esse é um bom CAC? Depende do valor e da margem deixada pelos produtos vendidos. Um CAC de R$ 10 para a venda de um carro é um excelente negócio. Para vender sabonetes, é um péssimo número.

 

Como diminuir o CAC?

É possível reduzir o Custo de Aquisição de Clientes (CAC) de diversas maneiras. Como o CAC é o custo dividido pelo número de clientes adquiridos, quanto mais longo for o funil de clientes do seu negócio, maior a possibilidade de perder o consumidor ao longo do caminho, o que aumenta o CAC. As campanhas de marketing podem ser mais efetivas, a fidelidade do consumidor pode aumentar e sempre é possível aumentar o valor da compra do cliente. Por isso, fique atento aos seguintes pontos:

 

Melhore a conversão do seu site: defina metas de melhoria dos índices de conversão do seu site, reveja a usabilidade e realize testes A/B de forma incessante para aumentar o número de cliques nos botões de compra, simplifique o checkout para reduzir o abandono de carrinho, melhore as landing pages, aumente a velocidade do site, otimize seu site para mobile e avalie todos os demais fatores que possam melhorar a performance do seu e-commerce. Quanto mais amigável for o site e melhor a experiência de consumo, maior será o volume de vendas.

Aumente seu valor para o cliente: o consumidor precisa de um bom motivo para comprar no seu site e não no concorrente. Melhore a apresentação dos produtos, estimule a aquisição de produtos relacionados, facilite a busca e a seleção de múltiplos itens (compras em supermercados costumam ser longas) e meça a satisfação do cliente de tempos em tempos.

Conheça muito bem o seu público: novos clientes são mais caros do que clientes recorrentes, pois o esforço de se fazer conhecido por quem ainda não te conhece é muito maior. Por isso, uma boa forma de reduzir o CAC é estimular compras recorrentes. Utilize um sistema de CRM para orientar suas ações de marketing e compras, desenvolva réguas de relacionamento com os clientes, crie blogs para entregar conteúdo e obter feedback dos clientes e use ferramentas que personalizem o relacionamento com os consumidores. Toda interação com o público gera dados que podem ser usados para impulsionar as vendas e reduzir seu CAC.

 

O CAC deve se tornar um de seus indicadores de desempenho mais importantes. Meça sempre, defina metas de melhoria e controle os resultados. Uma empresa que tem um CAC maior do que a margem que o cliente deixa para o negócio é uma empresa que não se sustentará no longo prazo.

Continue lendo: artigos relacionados
Operações

7 funcionalidades que um bom sistema de entregas para ecommerce deve ter

Você sabe quais são as funcionalidades essenciais que um bom sistema de entregas para ecommerce deve ter? É…

Luiz Samico
Luiz Samico
Operações

Como eliminar falhas de comunicação durante o processo de entrega

O processo de entrega é formado por diversas etapas, como a armazenagem, separação e envio da mercadoria. Ao…

Luiz Samico
Luiz Samico
Operações

O que é overdelivering e como aplicar na prática com seus clientes

Os clientes estão cada vez mais exigentes. Uma pesquisa recente mostra que 50% dos consumidores entrevistados mudariam para…

Luiz Samico
Luiz Samico
Operações

Logística na Black Friday: conheça as melhores estratégias para aplicar nesta data

Quer ter sucesso na operação do seu ecommerce na Black Friday? Veja as estratégias de logística que podem…

Luiz Samico
Luiz Samico
Operações

bisco lança seu marketplace B2B: a última parada para o cliente B2B moderno.

Em um esforço para otimizar e apoiar a jornada de compra B2B moderna, a bisco industries lançou seu…

Bernardo Lemgruber
Bernardo Lemgruber
Operações

TDE – Taxa de dificuldade de entrega: sua empresa está sofrendo com isso?

A cobrança de frete inclui custos que estão relacionados com a distância percorrida, o peso, medidas da embalagem…

Luiz Samico
Luiz Samico
Operações

Como montar uma rota de entregas eficiente para seus negócios

O sucesso do processo logístico depende de diversos fatores. Veja neste artigo, como montar uma rota de entregas…

Luiz Samico
Luiz Samico
Gestão

‘Dia sem IVA’ bate recordes com aumento de 5.700% nos pedidos das lojas VTEX na Colômbia

A economia da Colômbia tem sido uma das que mais cresce na América Latina. Para manter as altas…

Sorana Gheorghiade
Sorana Gheorghiade
Operações

Calendário de varejo para e-commerce: Principais datas do segundo semestre

Saiba quais são as datas mais importantes para promover o seu negócio. Confira neste artigo, o calendário de…

Luiz Samico
Luiz Samico
Veja Mais
Registro feito com sucesso