Estratégia

Marketplace de Programas de Fidelidade: uma solução para acelerar o giro de estoque

Ligia Garcia
Ligia Garcia September 3, 2021
Marketplace de Programas de Fidelidade: uma solução para acelerar o giro de estoque

Nem sempre as apostas de um varejista são um sucesso. Muitas vezes, escolhas e cálculos errados geram estoque parado, causando um grande problema para a operação. A principal complicação acontece no fluxo de caixa. O ideal é que um produto seja sempre vendido antes do prazo de pagamento acordado com o fornecedor.

Caso o estoque não gire no tempo necessário, ele irá gerar um custo para a empresa sem dar o lucro previsto prejudicando o fluxo de caixa. É o que chamamos de estoque desfinanciado.

Além disso, também é preciso levar em consideração o espaço físico que esta mercadoria ocupa, pois está atrelado aos custos de armazenagem e também inutiliza o local para outros produtos. Mesmo considerando técnicas de FIFO (First In, First Out), nem sempre é possível vender um produto dentro da validade, o que é um grande problema para produtos alimentícios e fármacos. Em outros segmentos, como tecnologia, o produto pode ficar obsoleto. Em fashion, pode se tornar ultrapassado e por aí vai.

Este foi um grande problema com o qual nos deparamos no ano de 2020, no início da pandemia de COVID-19. Muitas lojas físicas se viram obrigadas a fechar por tempo indeterminado, e, sem uma operação de ecommerce consolidada, não conseguiram escoar com a mesma rapidez o seu estoque.

Por isso, estratégias agressivas de promoção se iniciaram, como: descontos percentuais, cupons, promoções progressivas, kits, cross sell, up sell, live shopping, utilização de rede de afiliados, entre outros. As redes sociais também começaram a ser mais exploradas, devido ao crescente engajamento dos usuários e, consequentemente, ao aumento de exposição das marcas.

Além de todas as estratégias citadas acima, outra muito importante, principalmente para as marcas menos conhecidas ou sem ecommerce, foi a venda através de marketplace, que cresceu aproximadamente 52% em 2020 de acordo com o Ebit. Nesse cenário, o seller se alavanca do tráfego de marketplaces que já são destinos conhecidos como Mercado Livre, Via, Amazon, Americanas, entre outros. Tais sites possuem marketing próprio, plataforma de ecommerce, contratos com meios de pagamento, serviços de suporte, entre outros benefícios que você pode conferir neste artigo.

Dessa forma, mesmo pagando uma comissão para o marketplace, muitas vezes ainda é mais vantajoso escolher esta alternativa do que investir em aquisição para o site próprio. Ademais, dentro do ecossistema de marketplace temos muitos nichos e nem todos são bem explorados. Como exemplo, a venda em marketplaces de programa de fidelidade.

O que são os Marketplaces de Programa de Fidelidade?

Os marketplaces de programa de fidelidade são, normalmente, programas fechados, para os quais são necessárias assinaturas mensais ou pertencer a uma base específica de clientes, como, por exemplo, um banco. Nestes clubes, é possível adquirir produtos através de pontos, que são conquistados de diversas formas.

Sendo assim, o cliente se sente recompensado ao acumular pontos e trocá-los por produtos nesta moeda. Exemplificando, um cliente pode acumular 100.000 pontos e trocá-los por uma televisão, sem precisar comprometer suas economias em um produto o qual pagaria cerca de R$1.500,00. Desta forma, não existe um valor em reais diretamente embutido naquele produto.

Uma das referências desse segmento é a empresa CSU.marketsystem, que possui como uma de suas soluções o Opte+, que é uma das maiores plataformas do Brasil de resgate white label para programas de fidelidade e incentivo. De acordo com os dados deles e da ABEMF, antes da pandemia, 80% destes pontos eram trocados por passagens e milhas aéreas. Atualmente, quase 100% dos pontos são trocados por produtos e serviços de diversos segmentos.

Sendo assim, a utilização destes marketplaces como forma de acelerar o giro de estoque pode trazer diversos benefícios, confira a seguir.

Baixo Impacto da Marca

Alguns negócios especializados em produtos de luxo ou premium não podem oferecer descontos muito agressivos em seus próprios sites, porque não estão de acordo com a estratégia da marca. Sendo assim, ao utilizarem o programa de pontuações, a mercadoria pode ser vendida por uma pontuação baixa sem ter o nome “promoção”, já que não é convertida diretamente em reais, além de estar em um site que não é aberto a todos.

Muitas empresas até criam novas “marcas” menos premium para vender produtos de preço inferior sem impactar no seu posicionamento. Sendo assim este benefício é muito interessante para tais negócios.

Alcançar novos clientes

Tais marketplaces possuem parceiros como bancos em diversas regiões do país, então esta pode ser uma forma de alcançar clientes em locais onde uma marca específica não é tão conhecida.

Outro benefício é quando um cliente deseja utilizar aqueles pontos acumulados e procura entre as opções disponíveis no marketplace de pontos. A marca disponível pode não ser a primeira opção quando ele pensa em produtos de pets, por exemplo, mas como estava à disposição por um valor em pontos acessíveis, resolve experimentar.

Alta Taxa de Conversão

Também de acordo com a CSU.marketsystem/Opte+, os programas de pontos possuem uma alta taxa de conversão, que pode variar de 6 a 10% – diferente da média do mercado, que é 1,5%.

Esta alta taxa de conversão acontece por muitos motivos, entre eles: plataforma fechada com acesso restrito (o que faz com que o público seja mais segmentado e qualificado que o normal), e senso de urgência devido à expiração de pontos, que faz com que o usuário desapegue do real valor daqueles pontos.

Fricção com Franqueados, Afiliados, Revendedores e outros Marketplaces

Quando um produto é vendido no próprio site da marca, mas também através de outros canais, normalmente existe um acordo de manter o mesmo preço para aquele produto para que não haja conflito de interesses.

Dessa forma, o site principal não pode fazer uma promoção grande apenas em seu website. Utilizando o programa de pontos, é possível diminuir o valor de tais produtos sem criar fricção com os demais stakeholders.

Acelerar vendas de produtos fora de linha

Não é benéfico ter um produto antigo e um novo circulando no mesmo site, principalmente para produtos ligados a tecnologia, eletrodomésticos e eletroportáteis. Por exemplo: se considerarmos um celular com diversas versões, a mais nova começa normalmente com um preço acima do produto antigo. Ao manter celulares semelhantes no site com uma diferença de preço, eles se tornam concorrentes.

Sendo assim, se esta marca utilizar uma plataforma fechada de programa de fidelidade, ela pode priorizar a venda deste produto fora de linha nesses canais com um preço baixo em pontos e manter apenas a versão mais nova em seu próprio site e demais canais abertos.

Explore esses benefícios

Podemos concluir que existem diversos benefícios ao explorar a categoria de marketplaces de programa de fidelidade baseado em pontos, principalmente por serem ambientes fechados que possibilitam o uso de diferentes estratégias e ampliação de audiência. Como ainda não é um nicho tão explorado como outros modelos de marketplaces, a concorrência de segmentos não é tão grande, o que possibilita o crescimento mais acelerado dos que se conectam primeiro.

A CSU.marketsystem é um dos parceiros certificados da VTEX que possui esta solução. A integração é feita de forma rápida e totalmente amparada comercialmente e tecnicamente. Além disso, existem condições especiais na VTEX para tais soluções certificadas. A CSU faz parte do Ecossistema de Marketplaces da VTEX e pode ser acessada através do nosso Partner Portal. Não deixe de conferir!

Encontre o melhor parceiro certificado para o seu ecommerce e realize integrações de forma rápida através da VTEX!

Continue lendo: artigos relacionados
Estratégia

Ampliando os seus canais de venda através do marketplace

No ano de 2020, o ecommerce atingiu o marco histórico de R$ 87 bilhões em vendas no Brasil,…

Luciano Santos
Luciano Santos
Gestão

Os desafios da tributação do ecommerce B2B

Quando as empresas se deparam com os desafios da tributação para comércio digital no Brasil, o primeiro obstáculo…

Elias Moura
Elias Moura
Estratégia

Cross Border: exportação do Brasil para o mundo

O que é Cross Border e como essa prática vem ganhando força? Cross Border trata-se do comércio transfronteiriço,…

João Teixeira
João Teixeira
Estratégia

Destaque no Quadrante VTEX 2021, ACCT comemora resultado e mira manter posição na edição 2022

Agência líder no ecossistema, ACCT utilizou o destaque para captar novos leads e gerar reconhecimento de marca O…

Mariana Boese
Mariana Boese
Histórias de Clientes

Supernosso eleva patamar de atendimento no delivery com VTEX Tracking

O Grupo Supernosso é uma das 20 maiores empresas do setor supermercadista brasileiro, de acordo com o ranking…

Mariana Boese
Mariana Boese
Estratégia

Aprenda com a Dell e a HP como se adaptar ao futuro de um negócio de eletrônicos de consumo hoje

Já se perguntou como adaptar o seu negócio para o futuro? Aprenda diretamente com os líderes em eletrônicos…

Andreea Pop
Andreea Pop
Estratégia

Omnichannel: como usar a força de vendas para impulsionar o seu ecommerce com a VTEX

Um grande desafio dos líderes de ecommerce que possuem também lojas físicas é conseguir alavancar as vendas sem…

Paloma Castrioto
Paloma Castrioto
Operações

O caso de sucesso da Amazon Fresh e como ele está reinventando as compras de supermercado online

Muito tem sido dito sobre como a pandemia da COVID-19 se tornou tanto um desafio quanto uma oportunidade…

Júlia Miozzo
Júlia Miozzo
Estratégia

Entenda como o mercado B2B abraçou a digitalização e o modelo omnichannel

Grandes marcas B2B, no Brasil e no exterior, entenderam os desafios da digitalização e investem cada vez mais…

Elias Moura
Elias Moura
Veja Mais
Registro feito com sucesso