Como grandes marcas podem fortalecer a estratégia D2C por meio dos marketplaces?

Camilla de Oliveira
Camilla de Oliveira
15 set 2019
Reading Time: 3 min

Vender em marketplaces é uma estratégia extremamente relevante para grandes negócios. Mais do que ampliarem o alcance das marcas, esses canais permitem que indústrias e fabricantes fortaleçam a estratégia D2C (direct to consumer) sem prejudicar a rede de distribuição. E o que, na prática, isso significa? Que empresas de grande porte, geralmente restritas ao modelo B2B (business to business), ganharam recursos para vender diretamente a consumidores finais.

Preparamos este texto para explicar detalhes sobre essa transformação do varejo. Entenda a seguir o que os marketplaces representam para as grandes marcas e saiba como elas podem potencializar as vendas online por meio desses canais!

 

O potencial dos marketplaces para indústrias e fabricantes

A relevância dos marketplaces está crescendo vertiginosamente, e essa expansão deve ser ainda mais intensa para o mercado D2C. Um estudo da Ebit|Nielsen revela que, em 2018, marcas fabricantes tiveram um faturamento de R$ 2,5 bilhões com vendas online para consumidores. O volume de pedidos registrados no modelo D2C também cresceu 43% em relação a 2017, chegando à marca de 7,5 milhões.

Tal cenário revela que, apesar de já relevante, o comércio D2C via marketplaces tem um espaço gigantesco para crescimento. Ainda de acordo com dados da Ebit|Nielsen, mais de 50% dos consumidores pesquisam em lojas online de fabricantes ao comprar no e-commerce. Os principais motivos para isso são melhores preços, promoções e confiança na marca e no produto.

gráfico 1
Fatores que estimulam clientes a comprarem de fabricantes online | Reprodução: Ebit/Nielsen

Os dados anteriores comprovam a relevância dos marketplaces para o modelo direct to consumer. Mas quais são os benefícios práticos desses canais para a estratégia D2C? É isso que você vai descobrir no próximo tópico! Acompanhe.

 

Como os marketplaces potencializam a estratégia direct to consumer (D2C)

1) Redução de custos para venda direta

Ao anunciarem em marketplaces, indústrias e fabricantes conquistam importantes canais online para venda direta. E o melhor: gastando pouco. Se compararmos a venda em marketplaces com a criação de um ponto de venda físico, por exemplo, enxergamos a enorme diferença de custos.

Enquanto no ponto de venda é preciso investir em infraestrutura, divulgação e muito mais, nos marketplaces o principal gasto é relacionado ao comissionamento. Por essa razão, o retorno sobre investimento tende a ser muito maior nos canais online.

 

2) Ampliação da presença digital da marca

Além de financeiramente atrativo, o comércio D2C via marketplaces permite que fabricantes e indústrias fortaleçam a presença no e-commerce. Ao anunciarem em diferentes sites, as marcas diversificam os canais de venda e, consequentemente, tornam-se ainda mais conhecidas na internet. Os resultados disso são ganho de reputação, atração de novos clientes e aumento de receita.

 

3) Aumento de market share

Por meio da estratégia direct to consumer, as grandes empresas ganham relevância e aumentam o market share em seus segmentos de atuação. Nesse sentido, vale destacar que categorias de alto ticket médio estão ganhando destaque no comércio D2C. O estudo da Ebit|Nielsen citado anteriormente revela que os segmentos de telefonia/celulares, eletrônicos e eletrodomésticos estão entre os mais buscados por clientes que desejam comprar online de fabricantes. No entanto, categorias de menor ticket médio, como moda e cosméticos, também têm alto potencial.

gráfico 2
Categorias nas quais a estratégia D2C via marketplaces mais se destaca. | Reprodução: Ebit|Nielsen

 

4) Fortalecimento da estratégia omnichannel

Outro benefício dos marketplaces para fabricantes e indústrias é a potencialização da estratégia omnichannel, cada vez mais relevante para o varejo. Ao integrar operação online e offline, as marcas ganham uma grande vantagem em relação à concorrência. O público tem buscado experiências cada vez mais completas e marcantes, e o modelo omnichannel com foco em D2C atende perfeitamente tais demandas.

 

Potencialize a estratégia D2C da sua loja com a ajuda dos marketplaces!

Um dos principais diferenciais dos marketplaces é ajudar fabricantes e indústrias a estreitarem o relacionamento com clientes finais. Por meio dos mercados online, as empresas se aproximam dos consumidores, ampliam a presença na internet e obtêm maior retorno sobre investimentos.

No entanto, grandes marcas que querem investir em marketplaces devem fazer isso com planejamento, principalmente as que trabalham com rede de revendedores. Nesses casos, é indicado buscar soluções especializadas no modelo D2C. Quando realizado de forma adequada, o comércio direct to consumer empodera a marca e gera resultados surpreendentes.