Estratégia

Como convencer os stakeholders a migrar de plataforma

Lalo Aguilar
Lalo Aguilar November 30, 2021
Como convencer os stakeholders a migrar de plataforma

A qualidade de uma loja de ecommerce equivale a da plataforma na qual está hospedada. Quando se trata de migrar de plataforma, é tentador seguir o lema de que “se não está quebrado, não precisa consertar“, mas a história mostra que esta é, quase sempre, a escolha errada. Estamos falando de um ambiente de rápida evolução que adota novas tecnologias a cada alguns poucos anos, portanto, é preciso estar especialmente atento para não ficar preso no passado. 

Dado que a decisão de migrar uma loja online de plataforma é geralmente tomada por um grupo de stakeholders, e não por uma única pessoa, é vital que cada um dos participantes entenda o que a empresa pode ganhar ou perder com esta decisão. Isto é um desafio, já que alguns dos subprodutos da migração podem não ficar evidentes à primeira vista, implicando custo e tempo. 

Se você estiver tentando obter aprovação para migrar uma loja online da qual está encarregado, participe de discussões com todos os stakeholders e siga a abordagem a seguir. 

Lembre que a inatividade não é uma opção

As atualizações são uma constante para as lojas de ecommerce. Ocasionalmente, as plataformas selecionadas solicitarão que seus clientes iniciem um longo processo de otimização dos seus sites. Por um lado, é nesse momento que algumas empresas exploram as outras possibilidades disponíveis no mercado, especialmente se for possível ter uma redução de custos.

“Você precisa perceber que o mundo pode ter mudado desde a sua última escolha de plataforma. Anos atrás, houve um grande recuo na necessidade de focar em dispositivos móveis, porque as empresas pensavam que ninguém comprava pelo celular e não acreditavam que essa tendência fosse mudar. Você tem que ter conhecimento de negócio para apresentar essas tendências e identificar a próxima grande novidade.” 

Gwen Bennett, US Customer Success Leader na VTEX

Bennett também apontou que cada tendência no mercado tem o objetivo de tornar o funil de vendas o mais fluido possível, de modo que não adotar novas tendências de ecommerce e de plataformas poderia significar ter uma taxa de rejeição maior e uma taxa de conversão menor. E isso nos leva ao próximo ponto.

Enfatize que a operação atual pode estar gerando menos lucro

É difícil entender o que você não sabe. Em uma operação de ecommerce, é difícil saber que partes de uma plataforma estão de fato prejudicando o negócio. Para os stakeholders, há muito a ganhar ao se reunir com um fornecedor de plataforma de ecommerce para avaliar seus resultados atuais e as mudanças potenciais que podem melhorar seu desempenho nas vendas.

“Mostramos os números que serviram de base para as nossas recomendações. Se alguém disser que ‘seu checkout parece diferente do que eu estou acostumado’, podemos mostrar que temos mais de 2.500 clientes em todo o mundo que o administram e reconhecem um aumento na taxa de conversão de seus sites. Mostrar estas estatísticas ou apresentá-las aos clientes para que eles vejam os resultados alcançados tem um grande impacto.” 

Michael von Bodungen, Chief Customer Officer na VTEX

Ficar limitado a uma plataforma específica por muito tempo dificulta que as empresas acompanhem o ritmo das tendências de ecommerce e reduz a capacidade delas de avaliar adequadamente seus próprios problemas. Estas questões podem dificultar o alinhamento dos departamentos de finanças e operações sobre os principais fatores que deveriam estar sendo priorizados, e a consequência pode ser um site definido por parâmetros do passado, o que, sem dúvida, levará a resultados piores no longo prazo. 

Tudo isso pode ser evitado através de melhorias contínuas, que podem vir com a migração de plataforma. Pode parecer uma mudança desnecessária de uma parte vital do negócio, mas esse processo contínuo de adaptação exige muito menos do que você espera. Aliás…

Garanta que a transição será mais tranquila do que eles pensam

As empresas tendem a ficar cansadas de mudanças devido aos possíveis impactos em seus resultados, mas há maneiras de reduzi-los ao máximo. A VTEX, por exemplo, oferece uma estratégia de migração testada e comprovada com o objetivo de ajudar os sites de ecommerce a gerar receita em menos de 90 dias.  

Este time-to-market rápido é possível porque a maioria dos clientes pode contar com um Gerente de Sucesso do Cliente (CSM), que atua capacitando os usuários para eles poderem usar o sistema nativo em nuvem antes do go-live. Os CSMs trabalham ao lado das equipes de Professional Services e dos parceiros de integração de sistemas (SIs) para oferecer o suporte necessário na implementação e torná-la o mais fluida possível.

As equipes oferecem suporte especial para a integração com o catálogo, SEO e outros pontos de atenção, o que evita problemas logo no início. Para fazer isso, é preciso comunicar com antecedência as equipes de vendas, OMS e outros componentes que a VTEX integrou nas mais de 2.500 lojas em que opera, em 32 países.

O go-live também pode ser mais rápido (e mais barato) se a empresa estiver disposta a abrir mão de algumas das personalizações que ela utiliza atualmente em seu site, que raramente são vitais para o funcionamento geral da loja. Elas podem ser acrescentadas posteriormente, quando as maiores prioridades tiverem sido atendidas.

Considerado estes aspectos, a migração de plataforma envolve um processo cíclico, que as empresas devem passar após um determinado período. Isto irá garantir que seus clientes estejam recebendo sempre a melhor experiência disponível no mercado, além de aumentar sua receita e manter seu posicionamento à frente da concorrência.

Continue lendo: artigos relacionados
Estratégia

O que é um marketplace: modelos in e out

O crescimento constante do comércio eletrônico resultou no surgimento de várias modalidades de vendas online. Talvez a mais…

Lalo Aguilar
Lalo Aguilar
Estratégia

Como o ecommerce e o marketplace andam de mãos dadas

Os marketplaces tornaram-se uma das tendências mais adotadas no espaço do ecommerce, e por bons motivos. As empresas…

Lalo Aguilar
Lalo Aguilar
Estratégia

Um guia para os diversos tipos de marketplaces

Os marketplaces (também conhecidos como e-marketplaces ou marketplaces online/digitais) são um modelo de negócio estabelecido na indústria do…

Andreea Pop
Andreea Pop
Estratégia

Líderes compartilham estratégias para obter suporte para a mudança de plataforma

A mudança de plataforma é muitas vezes vista pelas empresas como um “mal necessário” para sua operação de…

Lalo Aguilar
Lalo Aguilar
Estratégia

Os marketplaces de moda que estão levando a melhor no jogo do ecommerce

Os marketplaces, caracterizados por contar com múltiplos sellers terceirizados que vendem em um único ponto de contato e…

Andreea Pop
Andreea Pop
Estratégia

Time-to-market: O truque na manga para sua transformação digital

É evidente que o time-to-market (TTM) é extremamente significativo para qualquer transformação digital. Quanto menor ele for, mais…

Andreea Pop
Andreea Pop
Estratégia

As mais rápidas migrações de ecommerce

O time-to-market (ou time-to-revenue, como às vezes chamamos) é extremamente importante para qualquer projeto de transformação digital ou…

Andreea Pop
Andreea Pop
Estratégia

Migração de plataforma de ecommerce: superando a resistência à mudança

As empresas, assim como as pessoas, podem ser relutantes a mudanças. A proposta de superar a incerteza pode…

Lalo Aguilar
Lalo Aguilar
Estratégia

Estratégias fundamentais da equipe da VTEX em um projeto de migração de plataforma

Ao migrar sua plataforma de ecommerce para um fornecedor diferente, torna-se ainda mais importante compreender quais são as…

Gabriela Porto
Gabriela Porto
Veja Mais
Registro feito com sucesso