Produto

Multilevel Omnichannel Inventory: criando uma estrutura multicanal eficaz

Rafaela Rezende
Rafaela Rezende June 28, 2021
Multilevel Omnichannel Inventory: criando uma estrutura multicanal eficaz

Diante de um consumidor digital cada vez mais ávido por rapidez, conveniência e por uma experiência sem atrito, surge a questão: como as marcas podem oferecer um serviço de alto nível que atenda a essas expectativas e que, de quebra, proporcione uma elevada integração de todos os canais de venda

Para responder a esta pergunta, vamos antes lembrar que até bem pouco tempo atrás a separação entre os canais de vendas era muito clara para os varejistas: o estoque de uma loja física só seria vendido por meio dessa loja e os pedidos de comércio eletrônico eram atendidos pelo estoque de um centro de distribuição.

Essa fronteira começou a ficar cada vez mais tênue e se tornou um importante aspecto de diferenciação, presente na estrutura adotada pelos marketplaces, na qual uma composição de sellers bem estruturada e um bom sortimento de estoque são fundamentais para garantir o sucesso da sua estratégia de comércio eletrônico. Foi para quebrar de vez esta separação entre o estoque do ecommerce e o das lojas físicas que surgiram tecnologias e arquiteturas que viabilizam um Marketplace Multinível, permitindo incorporar as lojas físicas de que estes sellers dispõem à estratégia, de uma forma mais rápida e eficiente, conectando-as ao jogo do ecommerce.

Este é um dos principais benefícios do Multilevel Omnichannel Inventory, recurso desenvolvido pela VTEX para solucionar um dos maiores gargalos do fulfillment, viabilizando incorporar os estoques das lojas físicas dos sellers às ofertas de marketplaces, usando a nossa arquitetura de contas-franquia. 

Com esta nova solução, estamos proporcionando ao mercado mais flexibilidade e uma ferramenta robusta para superar desafios como:

  • Falta de visibilidade dos estoques nos diversos canais;
  • Falta de precisão e rastreamento de pedidos;
  • Ferramentas isoladas para gerenciamento de estoque e pedidos em todos os canais.

Este tipo de arquitetura é muito interessante para os negócios que querem expandir o sortimento de itens e evitar rupturas, pois passam a incorporar à oferta dos marketplaces não só o estoque do ecommerce, mas também aqueles das lojas físicas ligadas àquele ecommerce. Dessa forma, proporcionam também novos canais de venda e novas maneiras de atingir potenciais consumidores.

Do ponto de vista de negócio, um grande benefício dessa estratégia consiste em reduzir a distância entre produto e consumidor, utilizando as lojas como postos avançados de estoque e garantindo mais competitividade em termos de custo de frete e SLA de entrega, através do ship from store, que são fatores determinantes para melhorar a taxa de conversão. 

Sob o ponto de vista do consumidor, além da melhor condição comercial por conta destes fatores, a estratégia traz também a opção de retirada na loja, possibilitando assim mais uma alternativa. Vale lembrar que nessa abordagem omnichannel, ainda há a vantagem de aumentar de forma significativa a oferta de produtos na ponta e assegurar a venda de um item sem que as equipes das lojas físicas precisem fazer qualquer esforço adicional. Isso tudo implica em uma melhora significativa na experiência do consumidor, que passa a ter mais opções e conveniência no processo de compra.

Entendendo a arquitetura multinível

Mas, afinal, como funciona a arquitetura multinível do Multilevel Omnichannel Inventory? De forma simplificada, trata-se de um arranjo no qual você cria uma estrutura escalável em que diversos sellers podem estar ‘embutidos’ em um seller de nível maior, sem que precisem necessariamente estar integrados diretamente ao marketplace. E isso acontece em diversos níveis, de forma que um seller qualquer pode ser também um elo de ligação para um outro agente que está num nível mais baixo da cadeia. 

Para ilustrar, pense em uma analogia com a famosa boneca russa, a Matrioska. O tradicional brinquedo de madeira tem uma boneca que contém outra, exatamente igual, porém menor, e assim sucessivamente, até chegar na menor bonequinha possível.

Pensando agora num marketplace: temos ali um determinado produto de alta demanda em oferta e que, para fins de atender aos vários pedidos que serão feitos, considerará diversos estoques de sellers diferentes de maneira unificada, num único estoque omnichannel em múltiplos níveis. Com o Multilevel Omnichannel Inventory temos uma busca em cascata, dentro dos critérios e parâmetros estabelecidos, varrendo a estrutura à procura do produto de maneira sucessiva nos diversos níveis até atender ao pedido, dentro da melhor condição para o consumidor, ou até encerrar a última unidade disponível em estoque nessa estrutura.

Níveis de investimento

O Multilevel Omnichannel Inventory é inovador porque viabiliza uma nova forma de integração, muito mais eficiente, com menores custos e time to market. Sabemos que já existem marketplaces que conseguem integrar os estoques de lojas físicas na ponta para uma estratégia omnicanal, certo? Então, qual é, de fato, o diferencial deste recurso? 

É que a escala e o nível de investimento são completamente diferentes. Sem a arquitetura multinível, o trabalho ‘braçal’ a ser feito é descomunal, pois é necessário integrar diretamente todas as lojas dos sellers ao marketplace, criando um id para cada uma e deixando o processo muito mais complexo e difícil de ser gerenciado. Imagine uma estrutura na qual você tem um franqueador e uma rede de franqueados, com diversos CNPJs, sistemas de frente de loja e controle de estoques diferentes?

Em alguns casos, o esforço operacional e a complexidade da gestão tornam essa abordagem proibitiva. Tomemos uma rede de farmácias como exemplo, que tem uma enorme capilaridade de lojas. Sem o marketplace multinível, ela teria que criar uma conta para cada uma de suas lojas em grandes marketplaces, por exemplo. 

Escalabilidade

Com o Multilevel Omnichannel Inventory, o varejista ou marketplace viabiliza a arquitetura multinível e torna possível plugar a loja principal e, através dela, ofertar produtos disponíveis em vários estoques gerenciando pedidos das contas de níveis inferiores. Uma grande vantagem desta tecnologia da VTEX é que, uma vez criada a conta principal a um marketplace, digamos de um franqueador, todas as lojas dos franqueados entram como contas franquia dessa conta principal.

Com o detalhe: uma vez feito este processo, o franqueador tem uma flexibilidade de se ligar a outros marketplaces que adotem a tecnologia VTEX, proporcionando todo um leque de novas oportunidades de venda para sua rede de parceiros e que será integrada automaticamente, não sendo mais necessário configurar cada seller individualmente. Com a arquitetura multinível é possível, portanto, ter uma estrutura mais escalável para integrar diversas lojas e sellers a todos os marketplaces que fizerem sentido na estratégia.

Crie sua lógica de priorização de sellers

Como se dá a visibilidade e operação dos estoques nestes casos? Tudo começa no marketplace: um cliente escolhe um produto que está numa promoção, seleciona o ponto de retirada e finaliza o pedido; o marketplace disponibiliza  este pedido e o encaminha num fluxo para uma conta principal do marketplace multinível; na ausência de produto no estoque principal desta, o mesmo é direcionado para uma conta franquia, de menor nível na cadeia – como acontece com franqueadores e franqueados – que tem o produto na ponta, em seu estoque, e que está vinculada ao ponto de retirada que foi escolhido pelo cliente no momento em que o pedido foi feito dentro do marketplace. Esse processo pode acontecer em diversos níveis até que se confirme, ou não, o fechamento daquele pedido.

Um aspecto importante desta abordagem é que o marketplace pode estabelecer sua própria lógica de priorização na seleção do seller que atenderá determinado pedido, priorizando o estoque de quem estiver mais próximo do cliente, ou com maior disponibilidade de produto, agilidade e menor custo de entrega, entre outros fatores. Vamos analisar os principais benefícios para cada um destes públicos:

Benefícios para o consumidor

Como o Multilevel Omnichannel Inventory, as cadeias ligadas aos marketplaces podem oferecer uma jornada unificada para o consumidor nos vários canais disponíveis e isso tem relevância na experiência dos compradores nos seguintes aspectos:

  • Conveniência: os marketplaces tornam-se um ponto unificado de contato com maior diversidade de produtos e disponibilidade de estoque
  • Rapidez: a estrutura omnichannel e o fulfillment usando lojas físicas viabiliza  entregas mais rápidas ou encurta a distância no pick up in store, pois os produtos podem estar em uma loja física mais próxima das residências dos consumidores
  • Preço: melhores condições (oportunidades de promoções ampliadas e menores despesas de envio)

Benefícios para os sellers

Com o recurso Multilevel Omnichannel Inventory, a VTEX pode ajudar o seller a explorar novas oportunidades comerciais por meio de uma operação omnichannel junto aos marketplaces.

Estes, trazem grande visibilidade junto ao público consumidor, captando clientes que podem ser atendidos pelo estoque do ecommerce do seller e, agora, pelos estoques de lojas físicas associadas que atuarão como pontos de fulfillment, encurtando distâncias e reduzindo custos de entrega, com benefícios como:

  • Receita incremental com pouco investimento e exposição comercial
  • Aumento na variedade de produtos e disponibilidade de estoque
  • Novos canais de vendas para a operação omnicanal
  • Menos problemas de estoque superficiais
  • Entregas mais rápidas com um melhor custo de envio
  • Mais demanda para os produtos nas lojas físicas
  • Crescimento acelerado do comércio eletrônico
  • Uma experiência integrada e omnicanal oferecida ao consumidor

Benefícios para os marketplaces

Com o Multilevel Omnichannel Inventory, a VTEX pode ajudar o marketplace a construir sua estratégia de mercado perfeitamente integrada e aumentar as oportunidades de conversão de forma colaborativa com seus parceiros de canal (sellers e suas lojas físicas), com um gerenciamento centralizado e transparente entre estoque e pedidos. Isso significa que eles podem ampliar sua disponibilidade de estoque com um grande conjunto de lojas físicas, conseguindo benefícios como:

  • Receita incremental com pouco investimento e exposição comercial
  • Orquestrar pedidos de vários canais com visibilidade em toda a cadeia
  • Aumento na variedade de produtos e disponibilidade de estoque
  • Entregas mais rápidas com um melhor custo de envio
  • Alcance expandido, acessando novos mercados
  • Uma experiência omnicanal integrada e diferenciação diante do consumidor

Resumindo, o recurso Multilevel Omnichannel Inventory torna possível a criação de estrutura que oferece um frictionless ecommerce, ou seja, um comércio eletrônico com menos atrito e no qual a tecnologia atua como uma facilitadora para o fluxo de transações. 

Você otimiza os estoques, incorpora as lojas físicas à sua estratégia omnichannel com um menor impacto inicial para o seller e mostra a estes que o comércio eletrônico via marketplaces pode ser um jogo ganha-ganha para os participantes. Assim, maximizando as oportunidades de vendas para todos os elos dessa cadeia.

Continue lendo: artigos relacionados
Produto

DTC Launchpad: uma maneira fácil das empresas de CPG lançarem um negócio direct-to-consumer

O modelo de negócios de bens de consumo embalados (CPG) se manteve estável por décadas; os compradores consumiam…

Robert Poratti
Robert Poratti
Institucional

A VTEX, agora, é parceira oficialmente certificada pelo Mercado Livre.

Quem acompanha as novidades da VTEX já deve ter ouvido falar que, agora, a nossa integração nativa é…

Luciano Santos
Luciano Santos
Produto

Explorando o VTEX Tracking – ferramenta para logística de entrega dos clientes VTEX

Não é nenhuma novidade que hoje vive-se na era da experiência. As empresas investem cada vez mais para…

Luiz Samico
Luiz Samico
Produto

VTEX Marketplace Network: conectando sellers e marketplaces de todo o mundo em um único ecossistema

O Marketplace Network é uma funcionalidade da plataforma da VTEX que ajuda a conectar marketplaces e sellers que…

Sorana Gheorghiade
Sorana Gheorghiade
Produto

Como foi participar da implementação do Pix na VTEX

Conheça o relato do engenheiro Ígor Brasileiro, que ajudou a implementar o Pix na VTEX, e quais foram…

Ígor Brasileiro
Ígor Brasileiro
Produto

UX para Ecommerce: Design focado em Vendas Conscientes

O texto a seguir foi adaptado da palestra que apresentei no evento Tech Women Summit dia 15 de…

Bianca Galvão
Bianca Galvão
Produto

Startup vs. unicórnio: como é trabalhar com produto em duas realidades diferentes

Estar à frente de uma pequena startup ou liderar um time em uma grande unicórnio? Gustavo, conta quais…

Gustavo Vedotti
Gustavo Vedotti
Produto

VTEX IO: descomplicando o desenvolvimento web

Entenda como o IO facilita o desenvolvimento, assegurando compatibilidade, uniformidade na documentação e simplificando integrações. Com a popularização…

Eric Breno
Eric Breno
Produto

VTEX Community: Promovendo a colaboração no ecossistema do comércio digital

Inspirados pela nossa declaração de futuro, na qual nos comprometemos a compartilhar conhecimentos valiosos que moldem o mercado,…

Cassiane Vilvert
Cassiane Vilvert
Veja Mais
Registro feito com sucesso