Tendência

O tripé de sucesso das startups, de acordo com Steve Blank

Mariana Boese
Mariana Boese August 17, 2021
O tripé de sucesso das startups, de acordo com Steve Blank

Entenda o que o Desenvolvimento do Consumidor, a Metodologia Ágil e o Business Model Canvas podem fazer para que negócios inovadores prosperem

Na quinta-feira, 05 de agosto, o VTEX Connect, evento voltado para o futuro do comércio digital, tendências e oportunidades, recebeu como convidado especial Steve Blank. Pai do empreendedorismo moderno, a lenda do Vale do Silício participou da criação de 8 startups. Atualmente, é professor adjunto de empreendedorismo na Universidade de Stanford. 

Em conversa informal com o co-fundador e co-CEO da VTEX, Mariano Gomide, Blank comentou sobre inovação nas empresas na atualidade, abordou o novo mercado de trabalho após as mudanças decorrentes da pandemia de Covid-19, além de trazer importantes reflexões sobre retenção de talentos no ramo da tecnologia. A seguir, trazemos um panorama do que Blank acredita ser um método para as startups prosperarem.  

Startups não são pequenas versões de grandes empresas

E grandes empresas não são pequenas versões de startups”. É a partir dessa ideia que Blank defende que as startups precisam ter seus próprios parâmetros e metodologias de desenvolvimento e crescimento. Startups são essencialmente diferentes de grandes corporações e é exatamente por isso que ao criar uma startup não faz sentido aplicar, em menor escala, as mesmas regras de negócio que as grandes empresas. Para Blank, uma diferença fundamental entre os dois modelos é a forma de encarar a inovação.

Em startups 100% das pessoas estão inovando. Em grandes empresas 99% das pessoas estão executando.” 

Steve Blank, empreendedor e professor adjunto da Universidade de Stanford

Em decorrência disso, grandes empresas tendem a possuir mais camadas burocráticas, que atuam como ferramentas de gerenciamento. E entre o manual financeiro e os processos de RH, a inovação é vista como mais um pilar. É assim que nascem os hubs ou laboratórios de inovação dentro de estruturas organizacionais que não tem como base a inovação. 

“O principal erro das empresas ao tentar inovar, é tratar uma incubadora de inovação como real inovação nos negócios. Ser de fato inovador é identificar o resultado desses espaços, como as incubadoras, no produto atual, no discurso do time de vendas e nos resultados. Em geral, não é o que acontece nas grandes empresas tradicionais.”

Steve Blank, empreendedor e professor adjunto da Universidade de Stanford

Por identificar e reconhecer essas diferenças essenciais nos modelos de negócios das grandes empresas e das startups, que Blank se dedicou a criar um método voltado para o desenvolvimento e crescimento das startups.

Desenvolvimento do Consumidor

Blank comenta que no início do século XXI não havia documentação ou bibliografia, planos de negócios ou mesmo hipóteses voltadas exclusivamente para o desenvolvimento de startups. E partindo da ideia de que não fazia sentido simplesmente executar, em escala menor, os planos de negócios de grandes empresas, ao iniciar uma startup de nada adianta estruturar times de Marketing, Vendas e Finanças, se tudo o que se tem naquele momento são hipóteses não testadas.

“Grandes empresas executam modelos de negócio. Startups estão buscando novos modelos de negócio.”

Steve Blank, empreendedor e professor adjunto da Universidade de Stanford

De acordo com Blank, para iniciar uma startup de sucesso, antes de tudo, era preciso desenvolver seus consumidores. Portanto, o Desenvolvimento do Consumidor se trata de um método que tem como base sair do escritório, ir a campo, pesquisar e compreender quem são de fato seus potenciais clientes, parceiros, fornecedores. Quais são as suas reais necessidades, o que esperam de você e de que forma o seu produto se tornará prioridade para eles. Essa compreensão tem impacto em todo o desenvolvimento do negócio, inclusive nos processos produtivos, como Blank aborda em sequência.

Metodologia Ágil

Blank defende que o desenvolvimento de produto nas startups deve ser baseado na Metodologia Ágil, em uma cadeia produtiva em etapas. Tradicionalmente, o desenvolvimento de produtos de tecnologia tinha origem em necessidades de negócio. A cadeia produtiva continha longos períodos de desenvolvimento dos times de engenharia, passando por testes alfa e beta até que por fim, ao ter o produto concebido, havia preocupação com a necessidade real do consumidor sobre aquilo. Hoje, começamos o desenvolvimento a partir da experiência do cliente e podemos trazê-lo para o cerne do processo produtivo.

“Com a Metodologia Ágil podemos construir produtos incrementalmente e com o Desenvolvimento do Consumidor podemos colocá-los frente a frente com o produto dia após dia, semana após semana, mês após mês e, com isso, ter uma corrente contínua de feedback.”

Steve Blank, empreendedor e professor adjunto da Universidade de Stanford

Business Model Canvas

Por fim, Blank salienta a importância do Business Model Canvas, desenvolvido por Alexander Osterwalder, e que de acordo com o empreendedor se baseia em:

“Nove caixas que cobrem cerca de 85% de tudo que o fundador de uma startup precisa saber.”

Steve Blank, empreendedor e professor adjunto da Universidade de Stanford

Blank disserta sobre cada um dos pilares da ferramenta de gerenciamento estratégico que permite desenvolver e esboçar modelos de negócio novos ou existentes em uma única página. O empreendedor comenta a importância de cada um dos tópicos a seguir no contexto da criação de uma startup.

  • Quem são os seus clientes?
  • Qual a sua proposição de valores?
  • Quais funcionalidades eles querem?
  • Como você os mantém progredindo?
  • Como você se comunica com eles?
  • Como você gera receita?
  • Em que atividades sua empresa precisa ser expert?
  • Em quais dessas atividades você precisa ser dono dos recursos? E em quais você pode ser parceiro de terceiros?
  • E, finalmente: qual o custo?

Para finalizar essa discussão, Blank co-relaciona os três pilares com dicas valiosas para empreender e inovar nos negócios.

“O Desenvolvimento do Consumidor é essa ideia de sair do escritório, fazendo diferente do que as grandes empresas sempre fizeram, para testar e descobrir hipóteses e, com a Metologia Ágil e o Business Model Canvas, é possível construir um método para startups reduzirem seus custos de fases iniciais e não desperdiçarem tempo, dinheiro e outros recursos.”

Steve Blank, empreendedor e professor adjunto da Universidade de Stanford

Nos próximos dias, traremos uma série de artigos abordando outros tópicos da palestra de Steve Blank no VTEX Connect. Para acessar o conteúdo completo de mais de 40 minutos de entrevista, clique aqui e preencha o formulário.

Continue lendo: artigos relacionados
Tendência

Como a VTEX chegou a 60% de representação no Ranking da ESHOPPER

Conheça as principais funcionalidades da plataforma que garantem uma boa classificação no ranking que avalia a experiência do…

ESHOPPER
ESHOPPER
Tendência

Tendências futuras no ecommerce: Uma breve perspectiva

Se 2020 foi para muitos o ano da digitalização, 2021 certamente pertence à área do ecommerce. Enquanto os…

Sorana Gheorghiade
Sorana Gheorghiade
Tendência

Netflix, Walmart e a nova era das lojas de merchandising

Recentemente, a Netflix e o Walmart US anunciaram uma parceria para a abertura de uma loja online com…

Andreea Pop
Andreea Pop
Tendência

A era dos pagamentos digitais chegou

Ao longo dos anos, o dinheiro tem tido diversas formas: ouro, metal, papel, cheques, cartões de crédito e…

Gabriela Porto
Gabriela Porto
Tendência

A estratégia do Marketplace bancário e a tendência da experiência unificada dos SuperApps

Para além da concessão de empréstimo e venda de seguros, o marketplace bancário funciona como qualquer outro marketplace:…

Camila Isibara
Camila Isibara
Tendência

Usedesk, vencedora do VTEX Accelerator, simplifica o serviço de atendimento ao cliente

As operações de ecommerce geralmente pensam que, quando se trata de atendimento ao cliente, é preciso escolher entre…

Lalo Aguilar
Lalo Aguilar
Estratégia

Saiba como foi o VTEX Training Week 2021

O evento de capacitação da VTEX ocorreu de 4 a 8 de outubro e reuniu dezenas de experts…

Elias Moura
Elias Moura
Tendência

Quatro varejistas que mostram que o Live Shopping chegou para ficar

O Live Shopping, a experiência de compras online que une transmissão ao vivo com as funcionalidades de uma…

Lalo Aguilar
Lalo Aguilar
Tecnologia

Pagamentos omnichannel: como oferecer a melhor experiência física e digital no seu ecommerce?

Os pagamentos omnichannel consistem na integração de métodos online e offline, condição que dá ao cliente mais opções…

Luciano Santos
Luciano Santos
Veja Mais
Registro feito com sucesso