Histórias de Clientes

Swift e os desafios omnichannel no segmento de ultracongelados

Elias Moura
Elias Moura October 21, 2021
Swift e os desafios omnichannel no segmento de ultracongelados

A Swift é pioneira em criar processos de qualidade para o ultracongelamento de alimentos perecíveis e ainda estimula o desenvolvimento de toda a cadeia, como parceiros logísticos.

A Swift é uma unidade de negócio da JBS, e tem como propósito transformar globalmente a forma como as pessoas compram e consomem proteínas. Conhecido como um varejo O2O (Online to Offline), nasceu com pensamento omnichannel e vem expandindo sua atuação no mundo das lojas físicas.

Cliente VTEX desde o início de 2017, a marca possui atualmente 400 lojas físicas, principalmente em São Paulo, Goiás e no Distrito Federal. Com os novos investimentos em ecommerce e uma estratégia mais agressiva de expansão das lojas físicas, a Swift multiplicou seu crescimento por 8, desde o início de 2019.

São mais de 400 produtos, que incluem carne bovina para o dia a dia e churrasco, pescados com selos de sustentabilidade, suínos, ovinos, aves, snacks, acompanhamento, vegetais, sobremesas, temperos para churrasco, e muito mais.

Obcecada por melhorar a experiência da jornada de seus clientes, o foco da marca está justamente nos novos hábitos do consumidor. Trata-se de uma proposta inovadora e prática, uma solução dedicada às pessoas que não querem mais se deslocar até um açougue, conversar com um açougueiro ou escolher entre diversas bandejas prontas dentro de um freezer de supermercado.

“Trabalhar com produtos frescos ou ultracongelados tem particularidades e desafios relevantes que devem ser levados em consideração todos os dias na construção de uma jornada melhor para o cliente. É muito diferente, por exemplo, de vestuário, calçados, eletrônicos e outros itens não perecíveis. E a Swift, apoiada pela VTEX, é sem dúvida pioneira nesta operação de excelência no ecommerce e no mundo físico para este micro segmento.”

Eduardo Varela – Success Account Director da VTEX

No caso do Brasil, o desafio do negócio é grande e altamente complexo, principalmente em relação à logística, custos, qualidade e nível de serviço esperado, tendo em vista o tamanho do país.

Quando expande-se a visão para a operação global, é uma grande ambição da Swift, em todos os lugares, vencer os desafios de vender remotamente itens ultracongelados e entregar na casa do cliente um produto com a temperatura adequada, mantendo as características dos alimentos.

“Em relação à qualidade do produto, é indiscutível que nós conseguimos manter um alto padrão de excelência para sabor e textura. Esta qualidade, aliada a uma boa experiência em todos os nossos canais, faz do nosso cliente um defensor da marca e, além disso, registramos um alto índice de recompra, que qualifica ainda mais nosso modelo de negócio e propósito”.

Luis Souza – Head of Ecommerce & Digital da Swift

Além de trabalhar constantemente para aprimorar a jornada do consumidor e garantir uma experiência diferenciada e excelente em todos os canais, a Swift mede a satisfação pelo método de NPS (Net Promoter Score). Assim, ouvindo o cliente, a marca consegue orientar suas ações para melhorar ainda mais cada etapa do processo de compra em todos os canais integrados:

  • Lojas próprias.
  • Ecommerce.
  • Atendimento via Whatsapp.
  • Store in Store – Lojas dentro de outras lojas parceiras do varejo.
  • Novas lojas digitais dentro de ecommerces parceiros, como GPA e Carrefour (é um conceito diferente do marketplace, já que é a loja digital do parceiro que toca a operação, e a Swift entra com a gestão de portfólio e preços).
  • As Lojas Móveis, que são vans especiais que atendem a condomínios em São Paulo e em outros estados, levando praticidade aos clientes e promovendo o primeiro contato da marca com muitos consumidores.

Operações e o apoio da tecnologia

Do ponto de vista da excelência na entrega, além de possuir um Centro de Distribuição dedicado à operação do ecommerce, que cobre metade do volume total das vendas, a Swift consegue também cobrir diversas regiões em que possui lojas, com base nos modelos de ship-from-store, utilizando parceiros logísticos semi-dedicados. Além disso, a marca consegue garantir mais comodidade ao oferecer o pickup in store, o chamado Clique e Retira.

“O nosso esquema de entrega se utiliza principalmente de motoboys, para conseguirmos velocidade e, para manter a qualidade, temos uma embalagem diferenciada, que mantém o alimento devidamente acondicionado e preservado. No entanto, um ponto que vemos ainda com muitas oportunidades, é a quantidade restrita de empresas parceiras focadas em logística de congelados. Este ponto, olhando para o mercado como um todo, ainda possui deficiências e, consequentemente, oportunidades.”

Luis Souza – Head of Ecommerce & Digital da Swift

O executivo lembra ainda que, nos Estados Unidos, a operação da Swift acaba funcionando de maneira mais fluida, por haver uma cobertura maior de parceiros e pela estrutura logística ser mais desenvolvida. Em muitos casos, naquele país, é possível realizar entregas a custos mais vantajosos, de maneira rápida, em qualquer estado.

Atualmente, a marca já colhe os resultados do seu projeto de expansão global, com operações estruturadas gerando resultados nos EUA, México, China e, em breve, no Canadá.

Estoque integrado e Fulfillment inteligente

No mercado brasileiro, hoje, a Swift oferece aos clientes duas modalidades de entrega. A primeira, que é a entrega no mesmo dia e, em muitos casos, já é possível efetivar esta entrega em até duas horas. A outra, a entrega planejada, permite ao cliente ter uma experiência mais personalizada, em que ele programa o dia e hora que prefere receber.

A operação como um todo tem se tornado muito inteligente, uma vez que todos os pedidos direcionados para as lojas são completados pela própria equipe local. Ou seja, o fulfillment é ágil, baseado na plataforma VTEX, onde os pedidos são geridos e acompanhados, até a finalização.

“Ao clicar para comprar o primeiro produto no ecommerce ou no aplicativo da Swift, o cliente precisa inserir o CEP. Esta etapa de regionalização automatizada identifica quais estoques são capazes de atendê-lo, se alguma loja ou o CD. Esta visão unificada do estoque garante a fluidez da jornada de compra e a estabilidade da operação da Swift.”

Eduardo Varela – Success Account Director da VTEX

Com isso, a equipe nas lojas físicas ganharam ainda mais relevância no negócio, já que recebem o pedido, selecionam os itens, executam as etapas de embalagem e etiquetagem, e disponibilizam para retirada ou frete. Esta operação também é conhecida como Picking and Packing, ou seja, separação e embalagem do pedido.

“A VTEX e toda a inteligência pronta da omnicanalidade são fundamentais para nos ajudar na gestão do estoque e dos pedidos. Quando o cliente entra no site para fazer a seleção dos produtos, automaticamente, a plataforma exibe as possibilidades de entrega de acordo com a disponibilidade de estoque. Basta o consumidor escolher a entrega rápida – e o pedido cai na loja mais próxima -, ou a entrega planejada – e, neste caso, o pedido é direcionado ao CD.”

Luis Souza – Head of Ecommerce & Digital da Swift

O Centro de Distribuição de São Paulo, dedicado ao ecommerce, foi a estratégia ideal tomada pela Swift para estes novos tempos, principalmente no início da pandemia. A marca teve um “boom” de pedidos online com as pessoas reclusas em função da pandemia e, desta maneira, a profundidade de estoque proporcionada pelo CD foi essencial para manter os níveis de entrega e qualidade. O principal resultado que corrobora a estratégia foi a total estabilidade das operações (CD e lojas) durante toda a pandemia, sem interrupções em nenhum momento.

Omnichannel de berço

O modelo de negócio escalável colocado em prática pela Swift, que desde sempre investe no omnichannel, garante que as novas lojas já nasçam no formato omni e prontas para receber e operar pedidos vindos do ecommerce e do app.

“Isso significa que toda loja que abre já está sistematicamente pronta, com o time pronto, em uma cultura já estabelecida e compreendida por toda a rede de lojas e profissionais. A omnicanalidade, portanto, permite que uma nova loja seja inaugurada como uma operação omni, ou seja, como um novo mini-CD.”

Luis Souza – Head of Ecommerce & Digital da Swift

Para isso, a marca investe em um processo robusto de recrutamento e seleção, fazendo com que todos os novos colaboradores passem por treinamentos adequados para operar os produtos ultracongelado seguindo todos os procedimentos de saúde e higiene, além dos capacitações comerciais e tecnológicas para colocar em prática o modelo omnichannel em todas a rede.

Os próximos passos da marca são iniciar a operação da venda online no Rio de Janeiro e, na sequência, expandir também para outros estados. Além disso, expandir a operação dos produtos de pratos pronto e artesanais. Todas essas iniciativas são focadas em maior praticidade para os novos tempos e na excelência do atendimento ao cliente.

A VTEX tem a solução omnichannel ideal para grandes marcas acelerarem a transformação no comércio digital. Entre em contato e descubra como!

Continue lendo: artigos relacionados
Histórias de Clientes

A transformação digital da Chedraui com seu supermercado online

O crescimento do ecommerce na última década não é uniforme. Enquanto alguns setores, como os de eletrônicos e…

Lalo Aguilar
Lalo Aguilar
Histórias de Clientes

Como a Le biscuit cresceu 619% com o inStore e o ecommerce da VTEX

Investindo em transformação tecnológica, a marca varejista está crescendo no Brasil com soluções VTEX que impulsionam o negócio…

Elias Moura
Elias Moura
Histórias de Clientes

next lança marketplace com a VTEX

Plataforma digital apostou na tecnologia headless do VTEX IO e na expertise do time de Serviços Avançados da…

Mariana Boese
Mariana Boese
Histórias de Clientes

Em busca de protagonismo no ecommerce de atacarejo no Brasil, Giga Atacado aposta na VTEX para alavancar digitalização

Com solução customizada que atende aos públicos B2C e B2B, a marca superou expectativas nos primeiros 40 dias…

Mariana Boese
Mariana Boese
Histórias de Clientes

Como a Empório da Cerveja ampliou as vendas com investimento em regionalização e dark stores

Ecommerce da Ambev com a VTEX triplicou faturamento em algumas regiões do Brasil e impulsionou a entrega de…

Mariana Boese
Mariana Boese
Histórias de Clientes

Ampliando atuação no mercado B2B, Bauducco projeta dobrar faturamento no ecommerce com a VTEX

Empresa de alimentos  aposta no crescimento de vendas corporativas devido às festas de final de ano para impulsionar…

Mariana Boese
Mariana Boese
Histórias de Clientes

Grupo Soma e VTEX: impulsionando a transformação digital da moda

Assista a história da nossa parceria e saiba como o maior conglomerado de moda brasileiro está dobrando a…

Mariana Boese
Mariana Boese
Operações

Por que DTC significa mais do que direct-to-consumer

Quando se trata de nomear o modelo de negócios direct-to-consumer, é comum usar dois acrônimos: DTC ou D2C.…

Júlia Miozzo
Júlia Miozzo
Estrategia

Acelerando os resultados da Black Friday com o Pix

O novo meio de pagamento que chegou para ficar  O Pix, novo meio de pagamento instantâneo, entrou em…

Luciano Santos
Luciano Santos
Veja Mais
Registro feito com sucesso