Estratégia

Como criar um MVP para marketplaces visando velocidade e escalabilidade

George Chang
George Chang October 14, 2021
Como criar um MVP para marketplaces visando velocidade e escalabilidade

Um dos objetivos de grandes iniciativas digitais é garantir rapidamente o retorno sobre o investimento na forma de um produto mínimo viável (MVP). Com os marketplaces, não é diferente. Todos os marketplaces passarão por uma fase de evolução. Então, como ampliar um MVP para marketplaces que seja produtivo e eficiente, ao mesmo tempo em que oferece flexibilidade para se adaptar a requisitos específicos?

Já escrevi sobre como criar o caso de um negócio para marketplaces e, neste artigo, identificarei os elementos-chave que todo marketplace precisa considerar, independentemente do caso de uso. A jornada de um marketplace pode exigir uma variedade de permutações ao longo do caminho, mas estes são os pilares básicos que você precisará lançar para começar a ganhar receita. Este guia ajudará a criar a base da sua declaração de trabalho e a estabelecer uma linha de tempo adequada para dar clareza sobre seu time-to-market.

Modelo financeiro

O início de qualquer grande projeto exigirá ter um modelo econômico como base para ser financeiramente viável. Compreender as principais propostas de valor do marketplace e como isso se traduz em um modelo de negócio é essencial. Você precisa se perguntar o seguinte:

  • Quais são as principais alavancas do seu marketplace? 
  • Quais são as principais estruturas de custos? 
  • Delas, quais são os custos tangíveis e quais são os intangíveis? 
  • Dessas alavancas financeiras, quais são consideradas fixas e quais são variáveis?

Felizmente, para analisar todos esses detalhes, você pode contar com outro recurso que criei para auxiliar no modelo de receita VTEX. 

Catálogo de produtos

Determine se você está adicionando novas categorias, aumentando os catálogos existentes, ou ambos. Invista tempo para entender a dinâmica da sua árvore de categorias, seus atributos necessários e como isso se traduz em uma jornada viável para o cliente. Tenha em mente que há uma relação entre a profundidade dos atributos e a quantidade de aumento dos produtos que seus sellers atuais têm nos conjuntos de dados.  

Aquisição de sellers

Este é o elemento mais subestimado de todos os marketplaces com os quais eu já trabalhei. Quantas vezes eu ouvi “sim, falei com algumas pessoas que estão interessadas”, que é completamente diferente de ter, de fato, um acordo assinado com um seller ou um seller integrado com sucesso. A aquisição de sellers é a primeira camada fundamental, e a otimização e a aceleração do seller apenas entram em ação quando essa base é robusta o suficiente.

Provavelmente seria possível dedicar outro artigo inteiro a este tópico, mas é importante identificar uma estratégia para os sellers, principalmente após ter discutido com os comerciantes da categoria e analisado seu perfil de clientes. Em paralelo, é preciso criar uma lista de objetivos para acompanhar seu progresso em relação à oferta de produtos e à composição dos sellers que você deseja.

Pagamento

Os marketplaces tradicionais têm que lidar com o recebimento do pagamento das transações, além de lidar com fraudes, estornos, pagamento dos sellers e reconciliação. Os marketplaces mais novos estão explorando oportunidades para aproveitar todos os benefícios de um marketplace sem as responsabilidades adicionais de pagamento e de ser o responsável pelas transações. O bom é que a plataforma de marketplace da VTEX permite que ambos os métodos se ajustem ao que funciona melhor. Sugiro utilizar um provedor de pagamentos que ofereça uma funcionalidade forte de pagamento para sellers, como o Adyen for Platforms, que conta com funções extras para integração e conformidade com a política de “Conheça seu Cliente”.

Orquestração de pedidos

Seja para carrinhos de compras com produtos próprios ou de terceiros ou carrinhos de compras com produtos de múltiplos sellers, a orquestração de pedidos é um elemento crítico de seu marketplace. Comece com a divisão básica do pedido e seu encaminhamento, bem como com a captura dos fluxos de resposta do seller. 

As devoluções e a comunicação do seller/cliente associado também devem ser incluídas no fluxo básico de MVP do marketplace. Uma vez que seus requisitos se tornam mais sofisticados, é possível utilizar recursos avançados de gerenciamento de pedidos, como trocas avançadas, reencaminhamento de pedidos e distribuição inteligente de pedidos. Felizmente, todos esses recursos para um ótimo MVP de marketplace estão disponíveis prontos para uso na VTEX.

Operações

Em um modelo tradicional próprio (1st party), a organização de vendas tem total visibilidade e controle sobre toda a experiência do cliente. No modelo de terceiros (3rd party), isso é terceirizado para um parceiro de confiança. No entanto, é imperativo criar controles extras no nível operacional para garantir que seus clientes estejam recebendo o suporte necessário dos sellers terceiros.

Para isso, é preciso medir KPIs de alto nível, como taxas de cancelamento, porcentagem de devolução e avaliações do seller. Identifique um limiar realista próximo a seus KPIs internos e, quando estes KPIs de alto nível tiverem sido estabelecidos, você pode começar a implementar KPIs mais granulares e menores para racionalizar ainda mais suas operações, e inclusive construir modelos preditivos.

Desenvolva seu marketplace estrategicamente

Lembre-se: construir um marketplace é como qualquer outra grande jornada de transformação digital. Requer uma visão clara, um modelo econômico fundamentado, comunicação interfuncional e gerenciamento inteligente de projetos. Identificar e criar o MVP inicial adequado para o seu marketplace ajudará a garantir o máximo de time to revenue, ao mesmo tempo em que estabelece o alicerce para novas exigências que certamente surgirão. 

Em um próximo artigo, vamos focar na progressão natural da criação de um marketplace: como capacitar e acelerar o desempenho dos sellers.

Continue lendo: artigos relacionados
Estratégia

Black Friday: garantindo a privacidade de dados durante o pico de vendas

Nos últimos anos, escândalos relacionados ao vazamento e exposição de dados levaram países, empresas e diferentes indústrias a…

Manuela & Raphaela
Manuela & Raphaela
Estratégia

9 dicas para as empresas de moda na Black Friday

O mercado romeno de ecommerce cresceu aproximadamente 30% no ano passado e espera um aumento de 15 a…

Cristi Movilă
Cristi Movilă
Estratégia

Uma linha direta até os clientes: Proposta de valor das marcas DTC

O comércio digital tem sido o principal impulsionador de crescimento global e local nos EUA, proporcionando um caminho…

Kristin Schepici
Kristin Schepici
Estratégia

Como formar uma equipe para seu supermercado online – Parte 1/3

Criar uma equipe de ecommerce nunca foi uma tarefa fácil. Desde o surgimento do ecommerce, os especialistas em…

Juan Etcheverry
Juan Etcheverry
Estratégia

Casos de sucesso da Black Friday para se inspirar em 2021

Não é preciso ter uma bola de cristal para prever o que os clientes estão esperando para a…

Gabriela Porto
Gabriela Porto
Estratégia

Atendimento no ecommerce: quais as oportunidades que o WhatsApp oferece?

Reduzir os custos do atendimento no ecommerce e, ainda assim, manter um ótimo nível de satisfação pode parecer…

ZENVIA
ZENVIA
Estratégia

Boost by Partners: confira os destaques da segunda edição do nosso evento com parceiros VTEX sobre estratégias para impulsionar as vendas na Black Friday.

O evento ao vivo, no dia 10 de novembro, recebeu palestrantes do Mercado Livre, Facebook, SmartHint, Pagar.me, Clique…

Luciano Santos
Luciano Santos
Estratégia

5 funcionalidades da VTEX que garantem ótimos resultados na Black Friday

A Black Friday é o maior evento de varejo do ano, o momento em que todas as operações…

Júlia Miozzo
Júlia Miozzo
Estratégia

Os diferentes tipos de promoções de ecommerce

O impacto que a pandemia da COVID-19 teve na indústria do ecommerce é inegável. Em 2020, o total…

Larissa Coelho
Larissa Coelho
Veja Mais
Registro feito com sucesso